Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Homem morre e outros seis ficam internados após churrasco de firma

A principal suspeita é de intoxicação alimentar; 13 pessoas estavam na confraternização

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 16 de janeiro de 2024 - 11:35
Três pessoas estavam reunidas
Três pessoas estavam reunidas -

Um homem morreu e seis pessoas tiveram de ser internadas após um churrasco feito em Patrocínio, Minas Gerais. De acordo com informações do G1, a principal suspeita é de intoxicação alimentar.

O grupo passou mal depois de participarem de um churrasco realizado na noite da última sexta-feira (12). Identificado como Wagner Orlandelli Martin, de 37 anos, a vítima sofreu uma parada cardiorrespiratória na manhã do sábado (13).


Leia também:

IML aponta que influenciador morreu por overdose de entorpecente

Balanço mostra que quantidade de drogas apreendidas em 2023 dobrou


O grupo passou mal depois de participarem de um churrasco realizado na noite da última sexta-feira (12). Identificado como Wagner Orlandelli Martin, de 37 anos, a vítima sofreu uma parada cardiorrespiratória na manhã do sábado (13).

Das outras seis pessoas que estavam internadas, uma teve alta e outras cinco permanecem hospitalizadas. Em entrevista à TV Integração, uma familiar de um dos internados afirmou que 13 pessoas (12 convidados e um churrasqueiro) estavam na confraternização.

"Cinco dormiram na chácara. Um deles, que era o Wagner, passou mal no banheiro. Os outros ouviram e arrombaram a porta para socorrer. Infelizmente ele morreu, teve uma parada cardiorrespiratória a caminho do hospital”, relatou Helen Soares.

A Polícia Civil informou por nota ao Metrópoles, que deslocou a perícia oficial ao local da confraternização para realizar as diligências e recolher amostras de alimentos consumidos pelo grupo.

A corporação enfatizou que o corpo foi encaminhado ao Posto Médico-Legal para ser submetido a exames, e a Polícia Civil aguarda a conclusão de laudos periciais para constatar as circunstâncias e a causa da morte.

O caso está sob investigação da Polícia Civil de Patrocínio (MG).

Matérias Relacionadas