Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Niteroiense interrompe ataque em escola na Irlanda

Brasileiro interrompeu ataque a criança de cinco anos

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 24 de novembro de 2023 - 18:08
Morador de Dublin desde dezembro interrompeu ataque, que deixou cinco feridos
Morador de Dublin desde dezembro interrompeu ataque, que deixou cinco feridos -

Um entregador de Niterói 'salvou o dia' em uma escola de Dublin, capital da Irlanda, na última quinta-feira (23). O brasileiro Caio Benício, de 43 anos, que trabalha como entregador no país europeu, foi o responsável por impedir que um homem desse continuidade a um ataque a facas no colégio Gaelscoil Colaiste Mhuire. Pelo menos dois adultos e três crianças ficaram feridas.

Caio, que vive na Irlanda desde dezembro do ano passado, estava trabalhando quando viu o acusado esfaqueando menores na escola. Ele desceu da motocicleta e atingiu o homem com seu capacete. O acusado, que, segundo relatos, é estrangeiro, foi detido.


Leia também

➢ Após 'apagões' no Rio e SP, presidente da Enel deixa cargo

➢ Paraty sofre com falta de energia no segundo dia da Flip


Uma menina de 5 anos e uma mulher de 30 estão internadas em estado grave por conta do ataque. Uma menina de 6 e um menino de 5 também foram feridos, mas tiveram lesões leves. As possíveis motivações do ataque não foram divulgadas pela polícia local, que segue investigando.

A comoção do episódio com o acusado estrangeiro fez com que um grupo de manifestantes anti-imigração realizassem protestos na capital irlandesa. Pelo menos 34 pessoas foram presas nas manifestações, que foram violentas e terminaram com veículos incendiados em Dublin. O caso segue sendo investigado.

Brasileiro ganha cerveja por vaquinha

Por conta da atitude, Caio se tornou 'herói' para os irlandeses, que iniciaram uma vaquinha online em homenagem ao brasileiro. Com o título "Compre um pint [copo de cerveja] para Caio Benicio, a campanha já arrecadou mais de 237 mil euros, o equivalente a mais de 1,2 milhão de reais.

O dinheiro deve ser transferido ao entregador niteroiense. "Este homem é um herói e o mínimo que podemos fazer é comprar uma cerveja para ele, então peço que você doe o preço de uma Guinness para Caio, para que ele saiba que o povo de Dublin o aprecia", escreveram os organizadores da vaquinha. 

Matérias Relacionadas