Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar R$ 4,9892 | Euro R$ 5,4003
Search

Brasil pode ficar fora de Pré-Olímpico por causa de crise na CBF

Disputa na justiça pela presidência da Confederação pode prejudicar participação da Seleção nas Olimpíadas

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 03 de janeiro de 2024 - 17:15
Fifa não reconhece decisões de José Perdiz, atual presidente interino da CBF
Fifa não reconhece decisões de José Perdiz, atual presidente interino da CBF -

A Seleção Brasileira de futebol masculino pode ficar de fora do Torneio Pré-Olímpico, que começa neste mês, por conta de uma confusão envolvendo a presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). De acordo com informações do jornal "O Estado de S. Paulo", o país ainda não fez a inscrição na competição, que recebe esse processo até a próxima sexta-feira (05).

Segundo o jornal, além da proximidade do prazo, um dos motivos que podem dificultar a participação da equipe brasileira no Torneio é o fato de a Conmebol, que organiza o Pré, e a própria Fifa, não reconhecerem as decisões de José Perdiz de Jesus, que assumiu como presidente interino depois que o presidente Ednaldo Rodrigues foi deposto do cargo.


Leia também:

➢ Ancelotti estende contrato com o Real Madrid e deixa Seleção Brasileira frustrada

➢ Quenianos dominam o pódio da 98ª Corrida de São Silvestre


A Fifa não o reconhece pois exige que, em casos de deposição, o presidente deposto aponte o membro mais velho da diretoria da confederação para assumir o cargo. Perdiz não é o membro mais velho e só assumiu o cargo porque foi nomeado diretamente pela Justiça, na mesma decisão que afastou Ednaldo.

Para participar do torneio - que acontece entre 20 de janeiro e 11 de fevereiro, na Venezuela, e garante vaga nas Olimpíadas de Paris -, a Confederação precisa enviar um pedido assinado pelo presidente, pelo secretário-geral ou pelo diretor de seleções do órgão.

Com isso, como o presidente em exercício não é reconhecido pelos organizadores, a Seleção precisaria da assinatura de algum dos outros cargos. O problema é que a CBF não conta com um diretor de seleções atualmente e o secretário-geral Alcino Reis Rocha tem assinado assessor especial da presidência desde a saída de Ednaldo.

A definição a respeito da participação da Seleção no Pré-Olímpico só virá no final dessa semana, depois que o prazo for concluído na sexta (05). Apesar disso, o técnico Ramon Menezes já convocou os atletas com quem vai contar no Torneio. A delegação deve embarcar para a Venezuela no próximo dia 16 de janeiro.

Confira os convocados:

- Goleiros: Mycael (Athletico-PR), Kaique (Palmeiras) e Matheus Donelli (Corinthians);

- Laterais: Vinicius Tobias (Real Madrid), Matheus Dias (Internacional), Kaiki Bruno (Cruzeiro) e Patryck (São Paulo);

- Zagueiros: Kaiky Fernandes (Almería), Arthur Chaves (Académico de Viseu), Robert Renan (Zenit) e Michel (Palmeiras);

- Meio-campistas: Andrey Santos (Chelsea), Maurício (Internacional), Alexsander (Fluminense), Marlon Gomes (Vasco), Ronald (Grêmio) e Gabriel Pirani (DC United);

- Atacantes: Marquinhos (Nantes), Giovane (Corinthians), Endrick (Palmeiras), John Kennedy (Fluminense), Gabriel Pec (Vasco) e Guilherme Biro (Corinthians).

Matérias Relacionadas