Projeto Primeira Chance doa sabonetes para famílias no Complexo da Coruja

Douglas também aceita doações de alimentos para pessoas que estão impossibilitadas de trabalhar por causa da epidemia do coronavírus

Escrito por Redação 18/03/2020 20:15, atualizado em 18/03/2020 20:32
. Foto: Divulgação

Por Rennan Rebello


Morador do Morro do 40, no Pita, em São Gonçalo, Douglas Oliveira, líder do Projeto Primeira Chance - que atende gratuitamente crianças e adolescentes com atividades culturais e esportivas em comunidades  do Complexo da Coruja -, teve que suspender as atividades da instituição, para evitar aglomerações devido ao risco do coronavírus, mas deu um jeito de continuar distribuindo solidariedade.


Desde a última terça-feira (17) ele iniciou uma campanha de distribuição de sabonetes para famílias carentes do Morro do Pita, e também fez questão de ensinar as crianças a lavarem as mãos corretamente, para que possam se prevenir de contágios do coronavírus.


"Assisti às notícias sobre o coronavírus na TV, me inteirei do que está acontecendo lá fora (no exterior) e me perguntei o que poderia estar acontecendo aqui (na comunidade). A gente liga a televisão que fala como se prevenir higienizando as mãos com álcool em gel e sabonete. Visitei as partes mais críticas daqui da comunidade e percebi que têm casas que nem sabonete tem. E às vezes só há um sabonete para uma família de seis pessoas tomar banho e fazer a higiene ao longo do dia quando utilizam o banheiro", disse Douglas.


Ele publicou vídeos de sua ação voluntária em seus perfis no Facebook e Instagram.  


O ativista comunitário que conseguiu os sabonetes depois de, recentemente, ser agraciado com uma reforma na sede do projeto Primeira Chance, pelo programa Caldeirão do Huck, da TV Globo. Na ocasião, ele ganhou um bônus para fazer compras mensais no Makro, rede atacadista, no Colubandê. "Resolvemos usar parte do bônus que ganhamos para as compras, e também com ajuda de amigos, compramos esses sabonetes", finalizou.


Ajuda - Para quem quiser contribuir com doações para a ação, que Douglas pretende que seja multiplicada por comunidades da região, basta entrar em contato através das páginas @projeto_primeira_chance no Instagram ou do Facebook (@projetoprimeirachance) ou ir aos pontos de doações que estão recolhendo sabonetes (líquido ou em barra), pasta de dente e alimentos não perecíveis.



1) Sede do Projeto Primeira Chance -

Rua Henrique Bento Espinosa 48, Pita, São Gonçalo



2) Salao 2k -

Rua Marechal Deodoro, 9, Centro de Niterói

 


Outra opção é o depósito de qualquer quantia na conta bancária abaixo:


Conta Corrente - 66021-7


Agência- 6148


Banco - Itaú


Titular- Douglas Pinheiro de Oliveira


CPF:13896114778

. Foto por Divulgação
. Foto por Divulgação
. Foto por Divulgação
. Foto por Divulgação
. Foto por Divulgação
. Foto por Divulgação

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas