Facebook declara seu apoio a Butantan e Fiocruz em prol da imunização contra o Coronavírus

Plataforma dará suporte aos projetos de conscientização realizados pelas fabricantes da vacina no Brasil

Escrito por Redação 09/04/2021 10:12, atualizado em 09/04/2021 12:45
Empresa quer auxiliar na disseminação de conteúdos confiáveis sobre a vacina da Covid-19 no Brasil
Empresa quer auxiliar na disseminação de conteúdos confiáveis sobre a vacina da Covid-19 no Brasil . Foto: Divulgação

O Facebook anunciou nesta sexta-feira (9), suporte a diversas iniciativas em prol da imunização e das medidas de segurança contra a Covid-19 no país. O apoio será com parcerias e acordos com o Instituto Butantan e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), além de ONGs e outros projetos da sociedade civil.

De acordo com a empresa, a plataforma doará créditos de anúncio e dará apoio na preparação e disseminação de conteúdos educativos do Butantan e da Fiocruz, que são as produtoras das vacinas da Covid-19 no Programa Nacional de Imunização (PNI). Além disso, o Instagram e o Facebook negociam novas parcerias com figuras de influência na internet para espalhar essas campanhas nas duas redes sociais.

Segundo o Facebook, o WhatsApp tem atuado na busca de ‘chatbots’ (robôs em conversas) para o aplicativo, com intuito de adicionar informações de fontes com credibilidade sobre o programa de vacinação, tanto acerca da eficácia, quanto sobre o processo de pré-cadastro da imunização.

"Queremos trabalhar em estreita colaboração com agentes de saúde pública, ONGs e sociedade civil para usar a escala de nossos aplicativos e ajudar as pessoas a receber informações confiáveis sobre vacinas e medidas preventivas contra a covid-19", reitera o gerente de Políticas Públicas do Facebook no Brasil, Eduardo Lopes, em nota ao Estadão/Broadcast.

A empresa fechou acordo também com ONGs, especialistas da área da saúde e com projetos da sociedade civil. Esta parceria comporta a disseminação de publicações e conteúdos informativos acerca da pandemia e da imunização. A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), o portal do médico Drauzio Varella e a rede Todos Pelas Vacinas estão nesta lista.

O Facebook ainda explica que serão ofertados treinamentos para os parceiros com a equipe de especialistas da empresa, com objetivo de alcançar o máximo de pessoas, e também custeio das agências de marketing para auxiliar as instituições que precisarem de impulsionamento nas publicações.

"A parceria com o Facebook potencializa nossos esforços de levar à população informação de verdade, baseada na ciência, além de ampliar a quantidade desse conhecimento disponível, contribuindo para o combate ao 'vírus' da desinformação", avalia a vice-presidente da SBIm, Isabella Ballalai.

Informar e amplificar as iniciativas de conscientização para as classes mais vulneráveis também aparecem como objetivos principais do Facebook. Entre esses grupos, se encontra a população indígena e quilombola. A plataforma busca um acordo com o Instituto Socioambiental (ISA), que trabalha na defesa de povos indígenas e costura uma parceria com o grupo Todos Pela Vacinas, com intuito de auxiliar esses conteúdos facilmente compartilhados, incluindo via WhatsApp.


Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas