Pesquisadores fazem alerta após identificarem que 20% a 30% dos mortos por Covid-19 sofriam com diabetes

Equipe “CoviDiab Registry” observa os dados desde o começo da pandemia

Enviado Direto da Redação
Equipe de pesquisadores apontam riscos de diabetes em pacientes com a Covid-19

Equipe de pesquisadores apontam riscos de diabetes em pacientes com a Covid-19

Foto: Divulgação/ Agência Brasil

Uma equipe de 17 pesquisadores da área da saúde escreveram uma carta para o ‘The New Englad Journal of Medicine’, e alertaram a possibilidade de pacientes com a Covid-19 desenvolverem diabetes. Além da doença se desenvolver em pessoas que eram saudáveis, esse novo tipo de diabetes estaria causando complicações graves em pacientes que já estavam infectados com o coronavírus.

Em carta, a equipe do projeto conhecido como “CoviDiab Registry” escreveu: "Existe uma relação bidirecional entre a Covid-19 e a diabetes. Por um lado, a diabetes está associada a um risco maior de desenvolver a Covid-19 grave. Por outro, foi observada em pacientes com Covid-19 uma diabetes desenvolvida recentemente e também complicações metabólicas graves decorrentes de uma versão pré-existente da doença, incluindo a cetoacidose diabética e a hiperglicemia hiperosmolar, que necessitam de doses excepcionalmente altas de insulina".

Segundo esse grupo, essas evidências começaram a surgir logo após o início da pandemia, mas que ainda precisam realizar investigações mais aprofundadas para terem uma confirmação científica. Reunidos, eles vão discutir formas eficientes de monitoramento e tratamento dos pacientes.

A observação do grupo aponta que 20% a 30% dos pacientes que morreram por causa da Covid-19 eram diabéticos. Uma dessas evidencias que sustenta a teoria está relacionado à forma como o vírus ataca os tecidos do corpo humano.

Veja também