Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0950 Euro up 5,2570
Search

Telemedicina: opção segura de atendimento em casa

O médico pode oferecer suporte assistencial

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 24 de abril de 2020 - 09:19
Atendimento: todos os dias das 6h à meia-noite em www.sosemcasa.com.br
Atendimento: todos os dias das 6h à meia-noite em www.sosemcasa.com.br -

A telemedicina tem sido uma ferramenta importante neste período em que a recomendação é ficar em casa. Através dela, os pacientes podem ser diagnosticados e assim receberem tratamentos para diversas doenças. Este tipo de serviço consiste em atendimento médico à distância, ideal para grandes comunidades, através de aplicativos em computadores ou celulares com câmera, autorizado pelo Ministério da Saúde (Portaria nº 467, de 20/03/2020). Para o novo Ministro da Saúde, Nelson Teich, por mais que o foco seja o COVID-19 nesse momento, demais problemas de saúde não podem ser esquecidos. Segundo ele, “doentes com outros casos, como câncer, não estão chegando nos hospitais. E não é que a doença tenha sumido. As pessoas não estão procurando os hospitais, os ambulatórios." ressalta. 

Pela telemedicina o médico pode oferecer suporte assistencial, de consulta, monitoramento, diagnóstico, prescrição de remédios, cuidado de doenças crônicas, solicitações de exames e reavaliações, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde. Visando, principalmente, oferecer o serviço de telemedicina para pessoas de baixa renda e para quem não possui plano de saúde, o Drº Caio Abi-Haila (CRM: 52-905879) idealizou a plataforma SOS Em Casa, um serviço de telemedicina acessível, com o objetivo de levar assistência de qualidade e saúde, em tempo recorde, com preço de custo. “Queremos atender o maior número de pessoas possível, com os mais variados problemas, e contribuir para a não disseminação do coronavírus no transporte até o hospital e, principalmente, dentro dos hospitais, onde inevitavelmente os casos de contaminação estão sendo atendidos. A gente se preparou por muito tempo para fazer sempre o melhor e essa é uma oportunidade para o médico mostrar o quanto ele se preparou e gosta da sua profissão, o quanto ele quer ajudar. Esta é uma batalha do profissional de saúde.", comenta o Drº Caio. 

Caio Abi-Haila, 33 anos, se formou na Universidade Federal Fluminense - UFF e fez especialização em Clínica Médica na Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Em dez anos de carreira, já trabalhou em hospitais privados, como os da Rede D’Or, e públicos, como o Hospital Municipal Salgado Filho (RJ), em CTI, emergência, ambulância, consultório. Ele foi professor da UFRJ e do curso de pós-graduação em Emergência, no HM Salgado Filho. Hoje, além de continuar atendendo pacientes, ele tem uma instituição de ensino e treinamento médico, para alunos e médicos já formados que desejam se atualizar, que buscam um conhecimento mais moderno, voltado para a prática, para salvar vidas. 

O SOS Em Casa oferece um serviço completo de telemedicina, com médicos especializados, com consulta a preço popular, que inclui diagnóstico, prescrição de remédios, solicitações de exames e reavaliações, seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde. Após acessar o site www.sosemcasa.com.br e clicar em “iniciar o atendimento”, o paciente escolhe o horário que deseja fazer a consulta e começa uma troca de mensagens com um atendente. Logo depois de fazer o pagamento, através de cartão de crédito ou boleto, ele responde um questionário detalhado, baseado naqueles utilizados nas emergências dos hospitais, e está pronto para a consulta. O prontuário médico fica guardado na nuvem por 10 anos.

Atendimento: todos os dias das 6h à meia-noite em www.sosemcasa.com.br

Matérias Relacionadas