Saiba como recuperar objetos perdidos na Coesa

Os itens ficam armazenados por 160 dias

Enviado Direto da Redação
Os itens ficam armazenados por 160 dias

Os itens ficam armazenados por 160 dias

Foto: Divulgação

Sabe aquela sensação desesperadora de tocar os bolsos e se dar conta de que a carteira, as chaves ou celular não estão lá? Pois é perder qualquer objeto é muito ruim, pois muitos desses pertences possuem um valor sentimental, ou até mesmo são tão importantes para a nossa identificação, como é o caso dos documentos. Por isso, é muito importante ficar atento onde guardamos esses objetos, mas e se por acaso esquecer-mos ou perdemos algo nos ônibus?


Caso isso aconteça com você ou com algum conhecido, você saiba que existe chance de recuperar pertences perdidos nos ônibus da viação Coesa? Através dos canais de relacionamento Fale ônibus, da Fetranspor, o passageiro pode informar a perda de objetos e documentos pelo telefone 0800 886 1000, WhatsApp (21) 99861-4714, enviando um e-mail para o faleconosco@coesa.com, pelo telefone (21) 2601-4114 ou na sede da empresa Estradas das Palmeiras – 151, no bairro de Itaúna, em São Gonçalo.


Segundo Pedro Tonello Alencar Rosa, diretor da Coesa, o que as pessoas mais perdem são as carteiras sem identificação e os documentos. “Claro que muitas vezes outro usuário encontra e acaba pegando o dinheiro e os cartões de crédito. Mas quando o ônibus chega na garagem, nós somos responsáveis por guardar tudo o que é perdido”, explicou.


A Coesa orienta seus colaboradores que em caso de perdas de objetos, eles levem tais itens perdidos até a garagem para que possam ser armazenados adequadamente até que o proprietário venha buscá-lo. O usuário que perdeu algum objeto dentro do veículo pode tentar encontrá-lo no setor dos “achados e perdidos”.


Primeiro, ele fornece informações relevantes como data e hora do ocorrido, qual linha que estava utilizando e o sentido da linha.“Nós registramos os chamados, fazemos a busca com base nos dados. Encontrando o objeto, a Coesa informa o passageiro para realizar a retirada na sede da empresa. Aparece um pouco de tudo por aqui: celulares novos, carteiras, óculos. Registramos e guardamos todos. Por isso, contamos com a colaboração de todos os nossos clientes para que ninguém saia no prejuízo. Faça você também a sua parte!”, comentou o diretor da empresa, Guilherme  Tonello Alencar Rosa.


Como funciona - O prazo para retirada de objetos é de até 160 dias. Após esse período, cada elemento tem um destino: os documentos são enviados aos Correios; os Cartões TRI e isenções são encaminhados à Associação de Transportadores de Passageiros (ATP); roupas, livros, celulares sem chip são encaminhados para doação; chaves, cartões de banco e chip de celulares são destruídos.

Veja também