Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2124 Euro down 5,3348
Search

Niterói terá mais um Dia D de vacinação em 20 de agosto

Prefeitura vai aplicar doses contra a Covid-19 e outras doenças

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 04 de agosto de 2022 - 21:44
O objetivo é aumentar ainda mais a proteção da população.
O objetivo é aumentar ainda mais a proteção da população. -

A Prefeitura de Niterói vai realizar, no próximo dia 20 deste mês, mais um Dia D de vacinação contra a Covid-19 e outras doenças como gripe, sarampo e poliomielite. O objetivo é reforçar ainda mais a cobertura vacinal na cidade em todas as faixas etárias. Em relação à Covid, o Município está aplicando a segunda dose de reforço para pessoas com 18 anos ou mais. No dia 21 de julho, Niterói começou a imunizar crianças de 3 e 4 anos com a vacina Coronavac. As crianças de 5 a 12 anos estão recebendo a segunda dose com as vacinas Coronavac e Pfizer.

Em relação às outras doenças, a Prefeitura vai começar, na próxima segunda-feira (08/08), uma multivacinação com imunização contra várias doenças como gripe, sarampo e poliomielite. O objetivo do Município, ao marcar o próximo Dia D de vacinação para 20 deste mês, é aumentar ainda mais a proteção da população.

Em pronunciamento nas redes sociais do Municipio, o prefeito Axel Grael destacou que as crianças podem tomar a vacina contra a Covid junto com as imunizações contra outras doenças.

“É recomendável e fundamental que essas crianças tomem todas as imunizações do calendário vacinal, não apenas as aplicações contra a Covid. Não existe risco para a saúde das crianças. Os responsáveis devem estar cientes disso”, afirmou o prefeito.

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, ressaltou a importância de mais um Dia D de vacinação e disse que a cobertura contra a Covid pode melhorar entre as crianças de 3 e 4 anos.

"No dia 20 vamos fazer um mutirão para completar o calendário e aumentar a cobertura e a proteção da população. A manutenção da cobertura vacinal completa é fundamental para manter a integridade das pessoas. Peço que os responsáveis levem as crianças para vacinar. Na faixa etária de 3 e 4 anos, a cobertura pode ser melhor”, disse Rodrigo Oliveira.

Matérias Relacionadas