Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Após ter amizade desfeita, homem incendeia casa e carros de ex-amiga em Niterói

Acusado era obcecado pelas mulheres

relogio min de leitura | Escrito por Renata Sena | 31 de dezembro de 2020 - 09:53
No corpo do homem, que já foi transferido para o sistema prisional, existem várias marcas de queimaduras
No corpo do homem, que já foi transferido para o sistema prisional, existem várias marcas de queimaduras -

Acusado de atear fogo na casa e em carros de uma família, em Itaipu, Região Oceânica de Niterói, um homem foi preso, no Engenho do Mato, por policiais da 81°DP (Itaipu). 

De acordo com as investigações, o homem, que morou 10 anos na Itália, criou uma relação de longa amizade com a família vítima.  Porém, com o passar do tempo ele desenvolveu uma obsessão pela mãe e suas duas filhas. 

Com o fim da amizade, que teve início há 20 anos, ele passou a perseguir e ameaçar as três mulheres. Inicialmente por mensagem, e depois o homem iniciou as ações incendiárias. 

No Réveillon de 2018 para 2019 a casa da família pegou fogo. A polícia suspeita que essa tenha sido a primeira ação do acusado. 

Esse ano, no dia 23 de dezembro, dois carros da mesma família foram incendiados. Um deles estava na garagem da casa. 

Apesar de câmeras de segurança terem flagrado o ato, o homem estava de balaclava (gorro justo que cobre a cabeça), o que dificultou sua identificação. 

Contudo, através de diligências e outros meios tecnológicos a polícia chegou na identidade  do criminoso, que foi preso dentro e sua casa, onde foram encontradas uma arma de brinquedo, fofos de artifício, spray de pimenta, algemas e um facão. 

Contra ele foi cumprido um mandado de prisão preventiva pelos crimes de incêndio, violência contra a mulher e ameaça. 

Embora no momento da prisão ele tenha negado os fatos, após o interrogatório ele confessou os crimes e afirmou que pensava em atuar novamente por vingança. 

No corpo do homem, que já foi transferido para o sistema prisional, existem várias marcas de queimaduras.

A delegada Raissa Celles, responsável pela distrital, destacou a importância da população em todas as investigações e pediu para que todos continuem confiando no trabalho da Polícia Civil.

Matérias Relacionadas