Suspeito de matar filho do ex-prefeito de Maricá é identificado pela polícia

O suspeito fingiu realizar uma negociação para comprar um imóvel e cometeu o crime

Escrito por Redação 24/12/2020 12:48, atualizado em 24/12/2020 13:45
Wellington foi encontrado morto dentro do carro
Wellington foi encontrado morto dentro do carro . Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um dos envolvidos na morte do filho do ex-prefeito de Maricá foi identificado pela Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG). Wellington Vinícius Afonso Viana, de 47 anos, filho do ex-prefeito Uílton Viana, foi morto dentro do próprio carro, na estrada Joaquim Afonso Viana, com dois tiros na cabeça, na última sexta-feira (18).

De acordo com a polícia, testemunhas, inicialmente, acreditavam que Wellington foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte), mas a investigação aponta que o crime teve motivação passional. Segundo as investigações, um homem, identificado como, Sebastião Martins, de 48 anos, supostamente decidiu se vingar após desconfiar que sua esposa estava o traindo com o filho do ex-prefeito.

Sebastião, que teve sua prisão decretada no último sábado (19), teria simulado uma negociação para comprar a casa onde morava de aluguel, que pertencia à Wellington. A vítima foi então ao imóvel, no bairro Itapeba, para fechar o suposto negócio.

Segundo a polícia, o suspeito teria feito toda a conversa da negociação via Whatsapp. Ele teria simulado um áudio que faria dois depósitos, um de R$ 60 mil e outro de R$ 20 mil, para comprar o imóvel.

Após sair da casa, Wellington deu carona ao suspeito e outro homem, que ainda não foi identificado.

O filho do ex-prefeito foi atingido por dois tiros revólver, cerca de quatro quilômetros depois de onde o carro saiu. Os disparos foram feitos pelo homem que estava no banco de trás do carro. Imagens de câmera de segurança de um condomínio mostram o carro de Wellington parando. A porta de trás do motorista se abre, sem que o ocupante desça, e depois fecha novamente.

"Ele atraiu a vítima com a desculpa que queria comprar a casa. No interior do veículo achamos um recibo de venda da casa assinado pela vítima. E recuperamos as tratativas através de mensagens de celular entre os dois. Só que tudo isso era um plano para tentar encobertar o crime", disse o delegado Leonardo Affonso, que completou: "Ali, ao que apuramos até agora, eles parecem discutir e seguem viagem em seguida. Incialmente, Sebastião está no carona e o outro ocupante, atrás. Segundo testemunhas, ele branco, jovem, cerca de 22 anos, magro e cerca de 1,75 metros de altura", completou Leonardo.

Sebastião é atualmente considerado foragido. Ele já possui passagens pela polícia, sendo uma por tentativa de homicídio contra a ex-mulher.

A DHNSG informa que quem tiver qualquer informação pode ligar para o disque denúncia (21)2253-1177 ou para Whatsapp da unidade (21) 98596-7053. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas