Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down 5,4907
Search

Polícia prende um dos maiores sequestradores do Rio em São Gonçalo

Marco Antônio responde a quatro processos

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 02 de dezembro de 2020 - 08:39
Marquinhos Niterói é um dos criminosos mais perigosos do Rio de Janeiro
Marquinhos Niterói é um dos criminosos mais perigosos do Rio de Janeiro -

Renata Sena 

Foragido do sistema prisional, junto com outros três criminosos, "Marquinhos Niterói",  considerado um dos maiores sequestradores da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, foi capturado, na última terça-feira (01), por policiais da 73ª DP (Neves) que, em ação conjunta com o 7º BPM e agentes do setor de recaptura de foragidos do Sistema de Identificação Penitenciária (SISPEN), localizaram e prenderam, Marcos Antônio Guedes da Silva, o "Marquinhos Niterói", de 64 anos. Ele foi preso em Neves, São Gonçalo. 

Segundo os agentes, Marcos estava foragido do sistema prisional e possui diversas passagens por extorsão e estupro. 

De acordo com o Portal dos Procurados, Marquinho fugiu da Colônia Agrícola Marco Aurélio Vergas Tavares de Mattos, em Magé, junto com outros três condenados: Severino Ramos do Nascimento Soares, de 63 anos; Paulo Roberto Antônio Coelho, de 70 anos e Jorge Luiz de Sá, vulgo Pezão, de 63 anos.

A fuga ocorreu por volta das 20h, da última quinta-feira de novembro (26), no presídio que funciona no regime semiaberto.  Os presos ficam na área exterior durante o dia e voltam para o pavilhão Central somente a noite. 

Além da extensa ficha criminal de Marquinhos Niterói, que foi preso pela primeira vez em 2002 e responde a processos de extorsão e estupro, os outros foragidos também acumulam crimes. 

Severino, que atuava como pedreiro antes de ser preso em 2011, é  acusado de assassinar a própria esposa com uma marreta.  Além disso, ele também agrediu a entrada com golpes na cabeça. 

O caso aconteceu na Favela da Rocinha, em São Conrado, Zona Sul do Rio, e quando a polícia chegou Severino já estava sendo espancado pelos moradores. Ele responde por homicídio qualificado e lesão corporal. Ele também foi denunciado por tentativa de homicídio contra a enteada, de 14 anos. Em 2013 ele foi condenado a 33 anos de reclusão. 

Paulo Roberto responde a um processo pelo crime estupro. Ele foi preso pela primeira vez em fevereiro de 1998. Em sua ficha criminal consta uma evasão em 2010, e a recaptura em março de 2014.

Já, o quarto foragido, Jorge Luís, ainda  responde a um processo pelo crime de tráfico de drogas. 

Quem tiver informações que ajudem a polícia a localizar os outros criminosos pode passar através do Disque Denúncia
Quem tiver informações que ajudem a polícia a localizar os outros criminosos pode passar através do Disque Denúncia |  Foto: Divulgação
 

Quem tiver informações que ajudem a polícia a localizar os outros criminosos pode passar através do Disque Denúncia. 2253-1177. O anonimato é  garantido.

Matérias Relacionadas