Quadrilha especializada em aplicar golpes em turistas no RJ é presa

Cinco integrantes da quadrilha foram capturados pelos policiais

Escrito por Redação 01/12/2020 21:17, atualizado em 01/12/2020 22:15
O caso aconteceu no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador
O caso aconteceu no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador . Foto: Divulgação


Nesta terça-feira (01), a Polícia da Delegacia do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (DAIRJ) prendeu cinco integrantes de uma quadrilha especializada em aliciar passageiros e os convencerem a embarcar em táxis ‘piratas’ e veículos particulares que não estavam cadastrados em aplicativos no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, localizada na Ilha do Governador. Segundo informações, as vítimas eram intimidadas e em algumas ocasiões, os criminosos agiam com truculência quando o turista se recusava a aceitar a oferta.

 

Os suspeitos são conhecidos como ‘jóqueis’ – pessoa que tem o objetivo de abordar passageiro e leva-lo para um motorista não credenciado – e formam uma associação criminosa de falsos taxistas. Os outros tipos de crimes que os integrantes executavam são: ‘maleiros’, que seria o câmbio ilegal e cobrança para carregar as malas dos passageiros, e também agem como ‘olheiros’, dando dicas para que furtadores possam corromper a segurança do estabelecimento.

 

Adriano França, titular da DAIRJ, diz que essa disputa entre motoristas não credenciados e de aplicativos é muito antiga no aeroporto e incomoda o passageiro que desembarca e já é abordado pelas discussões entre jóqueis e taxistas credenciados. Existem também ameaças aos seguranças privados, com a alusão de que traficantes do Parque União, no Complexo da Maré, iriam dar cobertura a eles. As investigações ainda estão sendo apuradas para a responsabilização de todos os envolvidos.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas