Portal dos Procurados pela informações sobre assassinos de PM

Ferreira Jr. era lotado no 15º BPM (Duque de Caxias)

Escrito por Redação 30/11/2020 06:14, atualizado em 30/11/2020 07:12
Paulo Roberto dos Santos Ferreira, de 36 anos
Paulo Roberto dos Santos Ferreira, de 36 anos . Foto: Divulgação

O Portal dos Procurados divulga nesta segunda-feira, dia 30/11, cartaz com título - Quem Matou? - para ajudar a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense - DHBF e ao Grupo de Pronta Resposta da Subsecretária de Inteligência da PM/SEPMERJ (GPRI), com informações que possam levar a identificação e prisão dos envolvidos na morte do Soldado da Policia Militar do Rio de Janeiro Paulo Roberto dos Santos Ferreira, de 36 anos. Ferreira Jr. era lotado no 15º BPM (Duque de Caxias) e estava na corporação desde o ano passado. O soldado deixa esposa e duas filhas.


Por volta das 10:00h, desde domingo (29), ocorreu um alerta na rede a respeito de um veiculo da marca Corolla prata, envolvido em um roubo de carga, de uma grande rede varejista, que havia saído do Centro de Distribuição, na Taquara, Zona Oeste do Rio, com destino a uma transportadora em Duque de Caxias.


Quando na altura Rodovia Washington Luís, nas proximidades de um Motel, dois policiais do 15º BPM, efetuaram um cerco tático na via e aos criminosos, quando foram alvos de diversos tiros, vindo do referido veiculo e de um outro, possivelmente um Honda Civic, na cor preta.


Durante a ação, o soldado Ferreira Junior, acabou sendo atingido na cabeça. Ele chegou a ser levado para o Hospital Moacyr do Carmo, no entanto, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Outro agente também foi atingido no braço na mesma ação e foi levado para o Hospital de Saracuruna. A direção da unidade informou que o militar estava lúcido e estável, recebendo alta à tarde.


Depois do confronto, os criminosos fugiram em direção a Av. Brasil. Com isso, policias do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) começaram a montar um cerco tático e localizaram o veículo com as características informadas via rádio. Tentado fugir novamente, os acusados teriam batido em uma mureta e abandonaram  carro, seguindo a pé para o interior da comunidade Nova Holanda.


Posteriormente, por volta das 12h, o veículo Kia Bongo, ano 2014, cor Branca, que estava transportando a carga roubada pelos criminosos que atacaram os policiais, foi recuperado na Rua Mario de melo s/n, acesso da comunidade do Vai Quem Quer, em Duque de Caxias.


O local para onde os criminosos fugiram, Favela Nova Holanda, em Bonsucesso, é o reduto de um dos maiores assaltantes de cargas do Rio. Roberto Fellipe Soares da Silva, o Ninho, de 27 anos. Ninho já liderou pelo menos cinco grandes roubos ou tentativas de assalto a depósito de lojas de eletroeletrônicos ou a veículos que transportavam cargas deste tipo.


A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) abriu um inquérito para identificar os autores do crime.


Com a morte do SD/PM Ferreira Júnior chega a 50 o número de Agentes de Segurança Pública assassinados no Rio de Janeiro em 2020, sendo 36 da Policia Militar, 02 da Policia Federal, 03 do Corpo de Bombeiros, 04 da Policia Civil, 02 da Marinha do Brasil, e 02 Policial Penal da SEAP, 01 do Exército Brasileiro (EB).


A Polícia Militar lamentou a morte do agente e informou que ainda não há informações sobre seu sepultamento.


Quem tiver qualquer informação a respeito da identificação e localização dos envolvidos na morte do SD/PM Ferreira, pedimos que denuncie anonimamente pelos seguintes canais abaixo: O Anonimato é Garantido.


WhatsApp Portal dos Procurados: (21) 98849-6099


Facebook/(inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/,


Telefone do Disque-Denúncia (21) 2253-1177


APP “Disque Denúncia RJ “. 


https://twitter.com/PProcurados (mensagens).

Paulo Roberto dos Santos Ferreira, de 36 anos
Paulo Roberto dos Santos Ferreira, de 36 anos | Foto: Divulgação
 


Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para DHBF e PMERJ, que tem como prioridade prender os envolvidos na morte de Agentes de Segurança Pública no Rio.

 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas