Dólar down 5,0864 Euro down 5,2150
Search

'Chefão' do tráfico de São Gonçalo ordenou as mortes de militares do Exército Brasileiro após acidente de trânsito

Traficante identificado como 'Pai' estava em veículo que bateu no carro dos militares no Raul Veiga. Soldados foram executados a tiros

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 25 de novembro de 2020 - 20:38
Imagem ilustrativa da imagem 'Chefão' do tráfico de São Gonçalo ordenou as mortes de militares do Exército Brasileiro após acidente de trânsito

A conclusão das investigações sobre as execuções de dois militares do Exército Brasileiro em São Gonçalo, na madrugada do dia 13 de junho desse ano, através de investigações realizadas pela polícia, mostram que o crime foi cometido a mando de um dos principais acusados de liderar o tráfico na cidade. identificado como Pai e apontado como o responsável pela venda de drogas no Complexo da Alma, no Coelho, ele teria determinado as mortes em uma espécie de 'tribunal do tráfico', após o veículo em que o criminoso estava ter se envolvido em um acidente de trânsito com o carro onde estavam os militares. 'Pai' segundo a polícia, é a principal liderança da venda de drogas do Terceiro Comando Puro (TCP) em SG.  

Procurados - O Portal dos Procurados divulgou um cartaz para ajudar a Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí (DHNSGI) com informações que possam levar a localização dos envolvidos nas mortes dos soldados do Exército Victor Hugo Pedrosa Xavier e Daniel Ferreira de Azevedo. Os dois amigos eram lotados no 21º Grupo de Artilharia em Campanha e na Fortaleza de Santa Cruz da Barra, no bairro Jurujuba, em Niterói, e naquela noite, estavam de folga e decidiram sair em lazer.    

Os dois militares foram assistir a uma partida entre o Flamengo e Fluminense, em uma movimentada casa de festa no Mutondo, e em seguida, seguiram em direção a um bar localizado no Raul Veiga, onde conheceram duas meninas. A polícia descobriu que logo depois, segundo as investigações, os dois foram levar uma das jovens até o Coelho. Logo depois de eles tê-la deixado, houve o acidente. Após serem identificados como militares, os jovens foram executados a tiros e pelo menos outros quatro criminosos teriam participado do crime.

Os corpos foram colocados no Chevrolett Corsa Classic em que estavam e logo depois, um 'bonde' liderado pelo traficante Pai abandonou o veículo na Rua Francisco José da Silva, no Pacheco, e o incendiou. A prática, segundo a polícia, foi para confundir a polícia, já que aquele local é uma área dominada pelo Comando Vermelho (CV)Um corpo se encontrava no porta-malas, e o outro no banco traseiro. 

O Complexo da Alma, segundo as investigações da polícia, é o maior reduto do Terceiro Comando Puro na região. O local, foi um dos primeiros esconderijos do traficante Thomas Jayson Viera gomes, o 3N, logo depois de ele ter deixado o Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, e trocado o CV pelo TCP, em abril do ano passado. O traficante e cinco de seus colaboradores mais próximos acabaram mortos pela polícia no ano passado, em um sítio usado como esconderijo em Cabuçu, Itaboraí há exatamente um ano, que se completa nessa quinta-feira (26).  Hoje, segundo a polícia, 'Pai' é a principal liderança do TCP na cidade, e tem parceria com traficantes do Complexo da Maré, no Rio, onde costuma se refugiar. 

Quem tiver qualquer informação a respeito da identificação e localização dos envolvidos nas mortes do militares do Exército, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 , ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia e também pelos aplicativos: https://twitter.com/PProcurados, e https://www.instagram.com/portal.dos.procurados, e em todos os casos  O Anonimato é garantido.

Matérias Relacionadas