Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0932 Euro up 5,2628
Search

Tragédias com cinco mortes e quatro feridos em SG em menos de 48 horas

Os crimes aconteceram entre domingo (15) e esta segunda-feira (16)

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 17 de novembro de 2020 - 20:12
A  DHNISG está sendo responsável pelas investigações dos casos
A DHNISG está sendo responsável pelas investigações dos casos -

Entre a manhã de domingo (15) e a noite desta segunda-feira (16), tragédias tomam conta em diferentes bairros de São Gonçalo, com cinco homens mortos e outras quatro pessoas feridas por tiro.

O caso mais recente aconteceu na tarde desta segunda-feira (16), com um homem chamado Pedro Itamar Alex Silva encontrado morto na Rua Almerinda Nunes, no Pacheco. Na parte da manhã, três homicídios foram registrados nos bairros Galo Branco, Guaxindiba e Mutondo. Um homem de 22 anos, foi encontrado morto, com marcas de tiro pelo corpo, na Ria Nestor Moreira, no Galo Branco. De acordo com a PM, em volta do cadáver, tinham porcos. O homem estaria envolvido na ação que culminou a morte de uma mulher na comunidade Menino de Deus.

Um adolescente identificado como Carlos Daniel Fernandes de 17 anos, foi encontrado morto com um tiro nas costas, na Travessa Guaxindiba, também na manhã desta segunda-feira (16). Um idoso de 63 anos foi morto dentro de sua residência na Travessa Ideal, no Mutondo, e segundo a investigação policial, há suspeita da morte ter sido durante uma tentativa de assalto, visto que uma faca foi encontrada ao lado do corpo e a casa estava revirada.

Já na madrugada desta segunda-feira (16), um cabo da Marinha foi baleado em uma tentativa de assalto na RJ-104, na altura do Laranjal. Próximo ao local, um policial militar interveio na ação dos assaltantes e houve troca de tiros entre ambos. A vítima foi atingida de raspão na coxa no confronto e foi encaminhada para o Heat, no Colubandê, e já teve alta.

Na manhã de domingo (15), um homem de 24 anos e uma mulher de 56 anos foram baleados nas proximidades de um local de votação no bairro Santa Isabel. De acordo com a Polícia Militar, os autores dos disparos eram traficantes da comunidade do Cafuca, que tinham como alvo policiais durante uma abordagem na região. As vítimas foram encaminhadas para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. A mulher já teve alta, contudo o homem ainda está internado em estado estável.

Logo depois, um conflito armado entre traficantes da facção criminosa Comando Vermelho (CV) deixando um suspeito morto na comunidade Menino de Deus, no Rocha. Uma mulher de 49 anos passava pelo local e foi baleada no abdômen. A vítima foi encaminhada para o Pronto Socorro Central de São Gonçalo, no Zé Garoto, onde ainda está internada em estado estável.

As perícias das mortes ocorridas em São Gonçalo foram feitas pelos policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), e estão sendo as responsáveis pelas investigações dos casos. 

Matérias Relacionadas