Filme de ação: Jackie Chan mineiro protagoniza noite de crimes e acaba preso

Homem agrediu motoboy, atirou em mulher e fugiu da polícia em Minas Gerais

Enviado Direto da Redação
Homem conhecido como Jackie Chan agrediu motoboy em lanchonete por ciúmes da namorada

Homem conhecido como Jackie Chan agrediu motoboy em lanchonete por ciúmes da namorada

Foto: Reprodução/Internet

Um homem, conhecido como Jackie Chan, protagonizou uma sequência de crimes em uma cidade de Minas Gerais, no último dia 12 de outubro. Tudo começou quando um motoboy de uma lanchonete em Ouro Branco, na Região Central de Minas Gerais, foi ameaçado com uma arma no seu ambiente de trabalho, acusado de flertar com a namorada de Jackie Chan. As imagens das câmeras de segurança flagraram o embate e o caso viralizou nas redes sociais.


Veja o vídeo!


 


Nas imagens captadas, é possível ver que o Jackie Chan mineiro entra na lanchonete, vestindo uma regata preta com detalhe vermelho, para tirar satisfação com o motoboy. Logo em seguida ele parte para cima do funcionário, de moletom cinza. A briga começa dentro da lanchonete e termina na rua. Mas Jackie Chan não parou por aí e assim que saiu da briga, ainda perto da lanchonete, ele atirou contra uma mulher, mas ela não foi atingida.


Segundo a Polícia Militar, neste dia, Jackie Chan ainda cometeu outros crimes depois da briga com o motoboy e da tentativa de homicídio. Em seguida, o homem entrou em um carro e atirou contra um veículo aleatório que passava no Centro da cidade de Belo Horizonte. A PM deu ordens para que o criminoso parasse o carro mas ele não obedeceu e ainda tentou atropelar um policial militar. A perseguição só terminou quando o suspeito entrou no Condomínio Jardim Panorama, região central de Ouro Branco.


Incansável, Jackie Chan desceu do carro com sinais de embriaguez e voltou a ameaçar os policiais. A PM relatou que ele tentou resistir e foi necessário o imobilizar no chão.


Mas, quando os policiais achavam que o homem já teria encerrado sua sequência de crimes, ele voltou a agir e quebrou uma parede de madeira da 65ª Companhia de Polícia Militar. Jackie Chan se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi preso. 


O criminoso vai responder por dano ao patrimônio público, particular, ameaça, embriaguez ao volante, agressão e disparo de arma de fogo em via pública contra um pedestre e um motorista. 

Veja também