Polícia prende homem que criava araras sem autorização legal

O preso foi autuado por crime ambiental

Enviado Direto da Redação
As investigações prosseguem  para identificar o vendedor dos animais

As investigações prosseguem para identificar o vendedor dos animais

Foto: Divulgação

Com base em um Disque-Denúncia, policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) prenderam em flagrante, nesta quinta-feira (22/10), um homem que mantinha em cativeiro, sem autorização legal, três araras da espécie Canindé, em um pequeno e inadequado viveiro no quintal de sua residência, na Rua Marques dos Santos, em Santa Cruz. O preso foi autuado por crime ambiental.


Os animais foram resgatadas pelos agentes da especializada e encaminhadas ao CETAS/IBAMA, onde serão cuidados e, posteriormente, devolvidos ao Meio Ambiente. As investigações prosseguem  para identificar o vendedor dos animais, que, segundo o acusado, foram adquiridos pela Internet, pelo preço de R$ 1 mil, cada um.

Veja também