Polícia prende homens que furtavam vigas de uma escola municipal

Presos foram flagrados utilizando guindastes e caminhões

Enviado Direto da Redação
Roubo de vigas aconteceu em Santa Cruz

Roubo de vigas aconteceu em Santa Cruz

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Nesta sexta-feira (16), policiais civis da 36ª DP de Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro, prenderam em flagrante sete pessoas suspeitas, além de um adolescente apreendido, de furtarem vigas e outros materiais metálicos de uma escola pública. Os suspeitos utilizaram guindastes e caminhões para retirar peças de uma estrutura que não estava finalizada do colégio. 


Segundo a 36ª DP, entre os presos, dois deles se identificaram como funcionários da Fundação Parque e Jardins e não apresentaram documentos que autorizasse o desmonte e a retirada das peças. Um galpão da empresa privada receberia o material.


De acordo com o delegado Marcos André Buss, o fato chama atenção, também, por ser semelhante a um caso ocorrido em 2013, quando houve o desparecimento de seis vigas do Elevado Perimetral, na Zona Portuária do Rio e que não foram mais encontradas. Para o delegado, existe uma rede criminosa por trás dos roubos.


Os homens presos foram autuados por furto qualificado e corrupção de menores e o adolescente por prática de fato análogo ao crime de furto qualificado.

Veja também