Padre é morto a facadas e tem corpo carbonizado

Jovem disse que os dois eram amantes

Enviado Direto da Redação
O padre foi morto na última terça-feira (13)

O padre foi morto na última terça-feira (13)

Foto: Reprodução/Internet

Um jovem de 22 anos foi preso na última quarta-feira (14), após confessar que assassinou um padre em Simonésia, na região da Zona da Mata, em Minas Gerais. O nome da vítima era Adriano da Silva Barros e seu corpo foi encontrado carbonizado pelos policiais em Manhumirim. Segundo o assassino, o padre e ele viviam uma relação amorosa. O jovem já teria sido visto no carro do padre  em outra ocasião. As informações são do portal BHAZ.


Segundo o depoimento do assassino, na terça-feira (13), os dois teriam se desentendido por causa de um pagamento em dinheiro. Nesse momento, o jovem de 22 anos teria matado o padre a facadas. Ele retornou ao local onde estava o corpo na quarta-feira (14) para queimá-lo.  


Segundo informações, o corpo do padre foi encontrado por moradores da região que logo chamaram os policiais. Os familiares fizeram a identificação da vítima. 


A PM ainda teria abordado o assassinado do padre uma hora antes de encontrarem o corpo de Adriano. Na ocasião, o jovem estava bem nervoso e com cortes nas mãos, no entanto, ele foi liberado, pois ainda não haviam informações sobre o corpo. 


Após o crime, um parente do assassino teria levado o carro de Adriano para o Rio de Janeiro. 


Veja também