Homem é morto após sequestrar e fazer motorista de aplicativo de refém

Um policial baleou o criminoso

Enviado Direto da Redação
O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC)

O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC)

Foto: Divulgação

Um homem foi morto após fazer um motorista de aplicativo de refém em um carro na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, na altura do canal Arroio Pavuna, em Jacarepaguá, na última quinta-feira (15). Junto com o criminoso, foi apreendido um revólver calibre .32 que o sequestrador utilizou para ameaçar a vítima.


O suposto sequestrador foi morto após ser baleado por um policial que estava em uma viatura próxima ao carro da vítima. O policial estava em uma viatura descaracterizada e, por isso, o sequestrador não conseguiu identificar o policial como agente, segundo a PM. 


O policial atirou no sequestrador depois que a vítima se jogou para fora do veículo em movimento. O agente tentou, então, abordar o carro, mas o sequestrador reagiu com um tiro. Em seguida, o policial também atirou e o bandido foi atingido. Ele não resistiu aos ferimentos. 


Em nota, a Polícia Civil informou que "a perícia foi feita no local. O corpo de um suspeito foi encaminhado para identificação no IML/Centro. Vítimas estão sendo ouvidas, neste momento, na especializada. Diligências seguem em busca de mais informações que ajudem nas investigações". O caso foi registrado na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC). 

Veja também