Piora o quadro de saúde da sogra do policial que tentou matar a família

Esposa do PM deixou quatro filhos

Enviado Direto da Redação
Priscila foi enterrada na tarde da própria quarta-feira e deixou quatro filhos pequenos

Priscila foi enterrada na tarde da própria quarta-feira e deixou quatro filhos pequenos

Foto: Divulgação

Renata Sena 


Dois dias após o cabo da Polícia Militar Leandro Alves Siqueira matar a esposa e atirar contra os sogros e contra a si, a situação ainda é muito preocupante. Afinal, os três seguem internados, mas a sogra do policial, de 54 anos, apresentou uma piora e está em estado grave. 


Até a última quinta-feira (25) todos os feridos estavam, segundo informações da Secretaria de Saúde, com estado de saúde considerados estáveis. Mas nesta sexta-feira (26), a assessoria da saúde do Estado informou que o quadro mudou. 


Contudo, a nota não deu detalhes sobre a gravidade da situação. 


O policial e o sogro seguem com estado estável. 

Priscila da Veiga Freitas, de 31 anos, morreu dentro de casa, no bairro Zé Garoto,  na madrugada da última quarta-feira (23).  


Segundo a polícia, o Cabo, que está sob custódia, matou a esposa, atirou contra os sogros e, em seguida, tentou tirar a própria vida. 


Priscila foi enterrada na tarde da própria quarta-feira e deixou quatro filhos pequenos.

Veja também