Invasão em SG: traficantes estão expandido territórios em meio à pandemia

Moradores do Mundel pedem socorro

Enviado Direto da Redação

Renata Sena 

Enquanto os olhares do mundo estão virados para os estragos que o novo coronavírus está fazendo, traficantes  de comunidades de São Gonçalo aproveitam para expandir seus territórios e impor mais regras a população de bem. 

Num ato de desespero, moradores do Mundel,  próximo aos Predinhos, nome como é  conhecido o Conjunto Habitacional Minha Casa Minha Vida, fotografaram a ação de traficantes instalando mais barricadas pela região. 

"Hoje (22) é  aniversário de São Gonçalo, porém  não temos nada a comemorar. O tráfico de drogas está tomando conta da nossa cidade e as autoridades estão paradas", desabafou um morador. 

Moradores perderam o direto de circular livremente
Moradores perderam o direto de circular livremente | Foto: Divulgação

Além de bailes, pegas de motocicletas e a venda livremente de drogas em plena luz do dia, os traficantes estão concretando as barricadas, para fazer com que os obstáculos temporários virem definitivo. 

"Estamos há mais de um mês fazendo denúncias. Eles estão colocando as barricadas em todas as ruas próxim aos Predinhos. E são barricadas definitivas. Caminhos com entulhos, manilhas de concreto, e barras de ferro". 

Além de cercaram o local que atuam, os criminosos estão controlando os bairros vizinhos. Em Vista Alegre, os bandidos também construíram as barricadas, para aumentar a dificuldade de inimigos chegarem até os Predinhos. 

"Aí eu pergunto: e os moradores? A gente não consegue chegar em casa. Não passa caminhão de entrega, de lixo, Samu. Se precisar de um socorro, a pessoa vai morrer". 

Outra preocupação dos moradores é com a interferência nos coletivos que circulam pela região.

" Em função da violência até os ônibus estão sendo afetados. Se eles fecham as vias principais, os ônibus não conseguem passar. Já temos dificuldade para nós locomovermos de carro, imagine sem os ônibus. Precisamos de ajuda. A polícia precisa atuar na nossa região. Agora, a gente clama pela retirada das barricadas, porque, sinceramente, esperar que a polícia enfrente o tráfico já não acreditamos mais", desabafou o morador, que teve o nome preservado. 

Em nota, a Polícia Militar informou que " A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que o policiamento ostensivo do 7ºBPM (São Gonçalo) segue atuando nestes bairros do município de São Gonçalo visando prevenir e coibir práticas criminosas.

O 7ºBPM também tem atuado para retirar as barricadas que são colocadas em vias públicas, tendo como intuito trazer de volta o direito de ir e vir à população da região.

No entanto, ações contínuas deste tipo nestas áreas vêm sendo limitadas diante da decisão do Supremo Tribunal Federal atualmente em vigor no Estado do Rio de Janeiro.

Ressaltamos ainda que a remoção destes obstáculos nas vias necessitam de planejamento prévio, tendo em vista os aspectos envolvidos, principalmente quanto à proteção das vidas dos moradores, dos policiais militares envolvidos e demais pessoas que circulam nestas regiões".

Veja também