Polícia faz operação para desarticular quadrilha que gerou prejuízo de mais de R$ 6 milhões aos cofres públicos

. Eles responderão na Justiça pelos crimes de organização criminosa e estelionato

Enviado Direto da Redação
A apuração levantou que os criminosos atuavam em diversas estações de trem do estado do Rio de Janeiro

A apuração levantou que os criminosos atuavam em diversas estações de trem do estado do Rio de Janeiro

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado de Polícia Civil, por meio da Delegacia de Capturas (DC-Polinter) e da Delegacia do Consumidor (Decon), realiza, nesta quarta-feira (23/09), uma operação para cumprir 21 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão contra uma organização criminosa que realizava fraudes em cartões de bilhete único. O esquema causou um prejuízo de mais de R$ 6 milhões aos cofres públicos. Até o momento seis pessoas foram presas.

De acordo com os agentes, a investigação durou pouco mais de um ano e desbaratou uma quadrilha que inseria créditos fraudulentos nos cartões de transportes. Eles eram usados nas roletas de diversas estações de trem, causando um grande prejuízo ao Estado, já que as passagens são subsidiadas pelo Poder Público, por meio dos impostos dos contribuintes. 

A apuração levantou que os criminosos atuavam em diversas estações de trem do estado do Rio de Janeiro, causando um prejuízo mensal de mais de R$ 500 mil, totalizando mais de R$ 6 milhões somente durante a investigação. Eles responderão na Justiça pelos crimes de organização criminosa e estelionato.

Veja também