Polícia aprende 7,5 toneladas de carne imprópria para o consumo em Itaboraí

Fábrica estava em péssimas condições de higiene

Enviado Direto da Redação

Foto: Divulgação


Policiais da Delegacia do Consumidor (DECON) prenderam em flagrante, nesta terça-feira (04/08), o proprietário de uma fábrica clandestina de carne salgada, no município de Itaboraí. No local foram apreendidas 7,5 toneladas de produto impróprio para o consumo, que seria vendido para grandes redes varejistas da Capital e Região dos Lagos.


Segundo os agentes, a fábrica não tinha documentação para funcionamento e estava em péssimas condições de higiene. As carnes ficavam expostas em tonéis sujos, misturadas com produtos químicos e acondicionadas em embalagens onde o criminoso colocava as datas de validade e fabricação a seu critério, e utilizava um selo falso da Secretaria de Agricultura.


Ainda de acordo com os policiais, as investigações estão em andamento para comprovar a origem da carne e identificar os compradores dos produtos.

Veja também