Homem é preso após fugir de presídio na Baixada Fluminense; veja o vídeo

Carlinho Careca se encontrava na condição de evadido desde 2018

Enviado Direto da Redação

Foto: Divulgação


Através de Técnicas Operacionais de Inteligência (TOI), com dados produzidos pela SISPEN e informações passadas pelo Disque Denuncia (2253-1177), Policiais Penais da Superintendência de Inteligência do Sistema Penitenciário - SISPEN/SEAP, em operação realizada na tarde desta segunda-feira (03), conseguiram localizar e prender Luis Carlos Fares Cordeiro, o Carlinho Careca, de 45 anos. Ele se encontrava na condição de Evadido do Sistema Penitenciário desde 2018, quando da evasão de Prisão Albergue, e foi preso no município de Guapimirim, na Baixada Fluminense do Rio.


No dia 10/07/2011, cerca das 16h:30m, no interior do “Bar do Mané”, em Guapimirim (RJ), ele e outro criminoso,  furtaram a quantia de R$ 810,00 (oitocentos e dez reais), pertencentes a uma vítima que estava no interior do estabelecimento comercial.


 Carlinho Careca foi condenado a 02 (dois) anos por Furto qualificado (Artigo 155 §4º do CP). Ele vinha sendo monitorado por agentes da Agência de Inteligência da SEAP.  


Luis Carlos foi levado para 60º DP – Piabetá -, onde foi registrada a ocorrência sob o R.O. nº060-03707/2020.. Após a conclusão dos procedimentos legais, o preso foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça, e assim cumprir o restante da pena.


Com esta ação a Inteligência da SEAP chega a 49 prisões em 2020. A Operação de Inteligência não resultou em qualquer efeito colateral, não havendo a Vitimização de civis inocentes ou Agentes do Estado. 


Quem tiver qualquer informação a respeito da localização foragidos da Justiça, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pela mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177 , ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia e também pelos aplicativos: https://twitter.com/PProcurados, e https://www.instagram.com/portal.dos.procurados, e em todos os casos  O Anonimato é garantido.

Veja também