TCP ataca os 'Predinhos do Jóquei' em dia de baile e deixa uma pessoa baleada

Bairro abriga as duas maiores facções do estado

Enviado Direto da Redação
Bairro abriga as duas maiores facções do estado

Bairro abriga as duas maiores facções do estado

Foto: Divulgação

Um baile funk ilegal, que aconteceu neste domingo (12), em uma área controlada pelo Comando Vermelho (CV) no Jóquei, em São Gonçalo, que normalmente viraria a noite, teve de terminar mais cedo. O motivo foi um ataque de traficantes ligados ao Terceiro Comando Puro (TCP).

Segundo informações, foram quase duas horas de tiros. Na manhã desta segunda-feira (13), policiais do 7ªBPM (São Gonçalo) estiveram no Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), para verificar a informação de que havia um baleado e descobriram que esta pessoa estava no baile.

O bairro do Jóquei, atualmente, abriga as duas maiores facções criminosas do estado e um grupo de milicianos. A chegada do grupo paramilitar, noticiada por O São Gonçalo, em junho, movimentou ainda mais a região já conflagrada.

Nas redes sociais, moradores faziam relatos dos tiros e contavam a dificuldade para dormir.

"Show, acordei com o barulho dos tiros, e cadê que eu consigo dormir dnv, lugarzinho dos infernos esse Jockey", disse uma moradora.

"Tiro demais na madrugada dessa segunda feira nos prédios do Jockey", escreveu um outro perfil em uma rede social.

Um terceiro perfil, que seria ligado a facção TCP, republicou a imagem de divulgação do evento e escreveu: "Baile cancelado com sucesso". Em resposta, um outro perfil, este seria ligado ao CV, escreveu: "vim dia de baile acertar morador é covardia fu****", dizia parte da mensagem.

A Polícia Militar, em nota, informou que "não houve ocorrência a cargo do 7ºBPM (São Gonçalo) no local indicado na madrugada desta segunda-feira".

Veja também