Fazendeiro e policiais são suspeitos de matar agricultor em acampamento do MST em São Pedro da Aldeia

Os três estão presos

Enviado Direto da Redação
As investigações prosseguem para esclarecer todas as circunstâncias do conflito

As investigações prosseguem para esclarecer todas as circunstâncias do conflito

Foto: Divulgação

Policiais da 125ª DP (São Pedro da Aldeia) realizaram, na manhã deste sábado (11/07), a Operação Aroeira, para prender envolvidos na morte do trabalhador rural Carlos Augusto Gomes, conhecido como Mineiro. Na ação, o proprietário da fazenda onde o trabalhador foi morto e dois policiais militares foram presos e mandados de busca domiciliar foram cumpridos.




As investigações tiveram início após um confronto armado entre o dono de uma fazenda localizada em São Matheus, em São Pedro da Aldeia, e dois policiais militares de folga, contra trabalhadores rurais assentados na propriedade. O fato ocorreu na madrugada de quarta-feira (08/07) e, após realização de perícia no local, o corpo da vítima foi localizado e encaminhado ao IML. Na ocasião, os PMs foram feridos e foram socorridos para o hospital.




A apuração constatou que há cerca de 15 anos a fazenda foi parcialmente desapropriada em ação movida pelo INCRA e, no local, foram assentadas famílias de trabalhadores rurais. A parte não desapropriada da fazenda foi ocupada por outros trabalhadores rurais, o que teria gerado o conflito. Há em andamento uma ação judicial para a desapropriação dessa parte não autorizada.




Em depoimento, os trabalhadores rurais alegaram que sofriam constrangimento ilegal e ameaças por parte do proprietário da fazenda. Ainda segundo os trabalhadores, o fazendeiro teria dito que iria derrubar cercas e queimar as moradias.


Na segunda-feira (06/07), uma casa construída no local foi queimada por homens armados, segundo informações do trabalhadores rurais. Na quarta-feira (08/07), o proprietário da fazenda e os policiais militares de folga estiveram na propriedade e houve um confronto.




As investigações prosseguem para esclarecer todas as circunstâncias do conflito.

Veja também