'Baile dos Predinhos’ no Jóquei, em São Gonçalo, na mira da Polícia

Em redes sociais, festa na noite deste domingo (12) é anunciada como comemoração de aniversário de traficante

Enviado Direto da Redação

Em tempo de isolamento social por conta da epidemia de coronavírus, a divulgação nas redes sociais, de um evento denominado ‘Baile dos Predinhos’, previsto para acontecer neste domingo (12), a partir das 20h, no condomínio 'Minha Casa, Minha Vida', do Jóquei, em São Gonçalo, preocupa os moradores do conjunto habitacional e desperta a atenção das autoridades de Segurança Pública. 


De acordo com mensagens publicadas por organizadores do evento, não será permitido fazer fotos, nem filmagens no local. Uma das postagens de divulgação do baile que chamou a atenção da Polícia, é a que informa que a festa seria em comemoração ao aniversário de um dos líderes do tráfico na região.


“TUDO NO ESQUEMA DOMINGÃO CORO COME, CONTO COM A PRESENÇA DE TODOS, SUJEITO A SUPER LOTAÇÃO, LOCAL COBERTO COM LONA DE PONTA A PONTA. vem pros predinhos bb”, escreveu um perfil responsável por divulgar o evento. Em uma outra mensagem, o perfil diz que o evento é para celebrar o aniversário de um dos chefes do tráfico: “ANIVERSÁRIO DO HOMEM PORRA... cpx ta em festaaaa”, escreveu.


Com direito a equipe de DJs e montagem de lona, a festa deixa moradores do bairro preocupados com a aglomeração de pessoas, o que é proibido por conta da epidemia de coronavírus. De acordo com os relatos, os bailes já se tornaram comuns no local, sempre com música alta até a madrugada, e disparos de tiros.


De acordo com investigações da Polícia, o condomínio 'Minha Casa, Minha Vida', que ficou conhecido como ‘Predinhos’, virou reduto de uma 'guerra' entre facções rivais, que tentam submeter os moradores a regras impostas por eles, como cobrança de taxas para  prestação de serviços no condomínio. 


Conforme denúncias repassadas ao Disque Denúncia, a disputa é entre o Comando Vermelho (CV) e criminosos do Terceiro Comando Puro (TCP), que fizeram uma espécie de ‘consórcio’ com milicianos vindos da comunidade da Carobinha, na Zona Oeste do Rio.


De acordo com a Secretaria de Estado de Polícia Militar, o 7ºBPM (São Gonçalo) segue fazendo o policiamento preventivo na região com viaturas, motocicletas e a pé. A Secretaria alega, ainda, que por decisão do Supremo Tribunal Federal as ações policiais em comunidades, necessitam de mobilização de efetivo e planejamento prévio, visando resguardar a vida de policiais militares, moradores e demais pessoas que circulam na região. Denúncias podem ser feitas através do 190 ou do Disque-Denúncia através do telefone 2253-1177.

Veja também