Coletivo recolhe assinaturas e faz ato em memória do adolescente João Pedro

Movimento acontece nesta terça (26), às 18h, de forma virtual

Enviado Direto da Redação

Por Thalita Queiroz*

Uma semana depois da notícia que abalou milhares de brasileiros, o luto pela morte do adolescente João Pedro se transformou em luta. Sem poder ir às ruas, o ato de sétimo dia em memória do jovem gonçalense vai acontecer de forma virtual e com o apoio de 200 movimentos sociais. O ato “Luto em Luta Por João Pedro” acontece nesta terça (26), às 18h, nas redes sociais da Coalizão Negra por Direitos.

O manifesto está recolhendo assinaturas de forma virtual e, segundo o coletivo que está a frente da ação, o objetivo é não se calar diante do problema. Paola Belchior, uma das organizadores do movimento, diz que a proposta também é se unir como sociedade, para que seja possível fazer um combate ao genocídio da população negra. “O que aconteceu com o João Pedro vem acontecendo com frequência com outras pessoas. Com esse ato queremos transparência dos órgãos de segurança pública”, diz Paola.

O ato que acontece hoje será de âmbito nacional e envolverá movimentos de todo o país. O Coletivo Coalizão Negra por Direitos também está fazendo um acompanhamento de perto com a família de João Pedro. “Estamos em contato com a família para preserva-los. Nesse momento estamos tentando entender se faz sentido para eles darem continuidade a essa luta”, diz ela que já adiantou que a família do menino vai participar da ação.

É possível fazer parte da assinatura do ato através do formulário https://forms.gle/xJFWrmos3xh4WW4y7. O ato acontece de maneira virtual, nesta terça (26), às 18h, nas redes sociais do @CoalizaoNegra.

*Estagiária sob supervisão de Thiago Soares

Veja também