Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0950 Euro up 5,2478
Search

Polícia 'caça' acusados da morte PM e portal dá recompensa de R$ 5 mil por prisões

Lotado no 41º - BPM (Irajá), cabo foi assassinado nesta quarta (8), em Duque de Caxias, Baixada Fluminense

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de abril de 2020 - 22:37
Recompensa é de R$ 5 mil para quem ajudar a prender assassinos de PM
Recompensa é de R$ 5 mil para quem ajudar a prender assassinos de PM -

O Portal dos Procurados divulga quarta-feira, dia 08/04, cartaz com título - Quem Matou? - para ajudar a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense  (DHBF)  e o Grupo de Pronta Resposta da Subsecretária de Inteligência da PM/SEPMERJ (GPRI), com informações que possam levar a identificação e prisão dos envolvidos na morte do Cabo da Policia Militar do Rio de Janeiro Fernando Aguiar de Melo, de 36 anos. Ele estava na corporação desde 2011 e deixa mulher e dois filhos.

Lotado no 41ºBPM (Irajá), o cabo foi assassinado nesta quarta (8), em Duque de Caxias, Baixada Fluminense. O policial foi abordado por criminosos que estavam em um veiculo de cor branca, quando estava estacionando seu veiculo de marca Nissan, na Rua Copacabana, em Vila Leopoldina. Ele foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo. 

O militar foi levado ao Hospital Drº Moacyr Rodrigues do Carmo, por policiais militares do 15º BPM (Duque de Caxias),  mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.  Agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada   estiveram no local e fizeram  pericia. A Especializada busca imagens de câmeras de segurança, para obter informações sobre os autores do crime. 

O Portal dos Procurados oferece recompensa de R$ 5 mil a quem der informações que auxiliem na identificação e localização dos assassinos. Com a morte do CB Fernando chega a 20 o número de Agentes de Segurança Pública assassinados no Rio de Janeiro em 2020, sendo 15 da Policia Militar, um da Policia Federal, um do Corpo de Bombeiros, dois da Marinha do Brasil e um Agente Penitenciário da SEAP.  

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos envolvidos na morte do SGT Luiz Felipe, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp  do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular do Disque Denuncia. Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para a DHBF e PMERJ, encarregadas do caso e que tem como prioridade prender os envolvidos na morte de Agentes de Segurança Pública no Rio. 

Matérias Relacionadas