Polícia procura autor de atentado a tiros contra 3 amigos em bar

Armado, homem de 42 anos teria atirado em três amigos durante discussão em Campo Grande

Enviado Direto da Redação
Existe recompensa de r$ 1 mil que leve à prisão de acusado

Existe recompensa de r$ 1 mil que leve à prisão de acusado

Foto: Divulgação

O Portal dos Procurados divulgou, nesta sexta-feira, (14), cartaz para ajudar a 35ª DP (Campo Grande) com informações que possam levar à prisão de Genison da Conceição, de 42 anos. Ele é principal suspeito de ter atirado contra três amigos durante uma discussão em um bar em Campo Grande, no ultimo domingo (9). Ele já é considerado foragido da Justiça. 



Genison é procurado pela tentativa de homicídio de Filipe dos Santos, de 20 anos, Daniel Victorino, 27, e Anderson Reis, 29. Os amigos foram baleados por ele em um bar que fica na Estrada do Guandú do Sena, próximo da localidade conhecida como Carobinha, no bairro da Zona Oeste do Rio. 



Os três e Genison discutiram após os amigos convidarem um morador de rua para se sentar no bar com eles. O filho do homem que os baleou estava presente e, de acordo com Anderson, acirrou os ânimos na hora do desentendimento. Após o tiroteio, Genison, fugiu e se encontra em local não sabido. “Nós fomos em  vários endereços até agora. Estivemos em Bangu, Mangaratiba e outras regiões", conta o Delegado Titular da 35ª DP, Luis Mauricio Armond, responsável pela investigação.



Em decisão exarada pela Justiça, a pedido da autoridade policial da 35ª DP,  foi expedido mandado de prisão pela 2ª Vara Criminal da Capital, Nº do Mandado de Prisão: 0033072- 2.2020.8.19.0001.01.0001-26, Espécie de prisão:  Prisão Temporária, pelo crime de Homicídio Simples (artigo 121 – Caput – CP ). 



Quem tiver qualquer informação a respeito da localização  Genison da Conceição, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp  do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular do Disque Denuncia.  Todas as informações sigilosas sobre o caso serão encaminhadas para 35ª DP encarregada do caso e do inquérito criminal.         

Veja também