Confronto entre milícia e CV assusta moradores de Nova Iguaçu

Ainda não há informações sobre presos ou feridos

Enviado Direto da Redação
Equipes do 20º BPM (Mesquita) foram acionados no local para investigar o caso

Equipes do 20º BPM (Mesquita) foram acionados no local para investigar o caso

Foto: Reprodução

Moradores da comunidade Grão Pará, em Nova Iguaçu, presenciaram um intenso tiroteio na tarde deste domingo (24). De acordo com informações iniciais, criminosos do Comando Vermelho (CV) estariam tentando retomar o controle da comunidade que é dominada por milicianos do bando de Wellington da Silva Braga, o Ecko.

Segundo relatos de moradores nas redes sociais, os milicianos teriam pedido reforço de comparsas de Seropédica, Cabuçu, Campo Grande e Santa Cruz e eles estariam saindo do km 34 em vários carros em direção ao Grão Pará.

A PM informou que equipes do 20º BPM (Mesquita) foram acionadas no local para investigar o caso. Mas, ainda não há informações sobre presos ou feridos.

Caso entre milícia e traficantes do CV

Em agosto deste ano, foi realizada a operação Octopus entre a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), a fim de capturarem os financiadores da milícia de Ecko. A operação cumpriu 36 mandados de busca e apreensão em imóveis do bando no Conjunto da Marinha, em Nova Iguaçu.

As investigações policiais começaram quando a milícia tomou regiões como Grão Pará, Pantanal, Dom Bosco, Marapicu, bem como outras localidades que ficam às margens da Estrada de Madureira (RJ-105). Os criminosos passaram a recrutar traficantes do Comando Vermelho (CV) para atuarem junto à milícia, acirrando a guerra entre facções.

Veja também