Ex-assessor da Câmara de Niterói é preso após matar mulher a facadas em Santa Rosa

Crime ocorreu em fevereiro de 2016

Enviado Direto da Redação
 Roberto e Tereza foram casados durante 28 anos

Roberto e Tereza foram casados durante 28 anos

Foto: Divulgação


Agentes da 77ªDP (Icaraí) prenderam, na manhã desta quinta-feira (7), um homem, identificado como Roberto Catarino da Silva, acusado de matar a esposa a facadas na frente dos filhos, em fevereiro de 2016, em Santa Rosa, na Zona Sul de Niterói. O ex-assessor da Câmara Municipal de Niterói foi encontrado em Bangu, na Zona Oeste do Rio. 


De acordo com policiais da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), responsáveis pelo caso, Roberto e Tereza iniciaram uma discussão no playground do prédio, que terminou na portaria, onde o acusado deu uma facada nas costas da ex-companheira. Ele teria entrado em estado de choque ao ver Tereza no chão e ainda tentou reanimá-la. No entanto, a vítima não resistiu ao ferimento.


Testemunhas acionaram policiais do 12ºBPM (Niterói), que conduziram o assessor parlamentar - que trabalhava no gabinete do vereador Betinho - para a sede da DH, onde ele entregou a arma usada no crime e acabou recebendo voz de prisão pelo crime de feminicídio.


Ainda segundo a polícia, Roberto e Tereza foram casados durante 28 anos, mas romperam o relacionamento pouco tempo antes do crime, quando ele se mudou para outro apartamento no mesmo condomínio. Mesmo assim, ainda de acordo com a DH, os dois continuaram tendo constantes desentendimentos.


O corpo de Tereza foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto, em Niterói.


Veja também