Tráfico impede circulação de ônibus e prejudica passageiros em São Gonçalo

Segundo rodoviários, cerca de 15 mil pessoas estão sendo prejudicadas na Praia da Luz

Enviado Direto da Redação
Cerca de 15 mil pessoas estariam sendo prejudicadas

Cerca de 15 mil pessoas estariam sendo prejudicadas

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Rodoviários de Niterói a Arraial do Cabo (Sintronac) enviou ofício, no final da tarde desta quinta-feira (7/11), para o 7° BPM (São Gonçalo) e para a Secretaria de Segurança do Estado pedindo reforço de policiamento na comunidade da Praia da Luz, pois traficantes estão impedindo, sob ameaças, a circulação dos ônibus da linha 39 (Porto Marambaia-São Gonçalo), da Viação Galo Branco. De acordo com informações de testemunhas, os marginais, fortemente armados, coagem os rodoviários e retiraram o ponto de ônibus da comunidade, prejudicando, pelo menos, 15 mil pessoas, usuárias da linha, incluindo idosos e estudantes.

“Enviamos o ofício e, se nenhuma providência for tomada até semana que vem, vamos paralisar as atividades da linha 39 por tempo indeterminado. Sabemos que isso prejudica a população, mas os rodoviários não podem ser ameaçados e correr risco de vida na mão de quadrilhas fortemente armadas e dispostas a tudo para impor seu controle na comunidade”, afirma o presidente do Sintronac, Rubens dos Santos Oliveira.

Os bandidos, segundo as testemunhas agem durante o dia e com violência, obrigando os rodoviários a não entrarem na localidade.

A Praia da Luz fica no bairro de Itaoca, em São Gonçalo, e costuma receber eventos religiosos, principalmente pela histórica capela de Nossa Senhora da Luz, datada do século XVII. A Polícia Militar informou que policiamento já foi intensificado na referida região e que está fazendo também levantamentos para identificar quem está intimidando os rodoviários e passageiros.   

Veja também