Bonde do 3N invade e recupera comunidades perdidas para o CV em Niterói

TCP vem retomando territórios que foram tomadas pela facção rival

Enviado Direto da Redação
Traficantes do CV teriam fugido em direção a Vila Ipiranga, no Fonseca

Traficantes do CV teriam fugido em direção a Vila Ipiranga, no Fonseca

Foto: Reprodução


Traficantes ligados a facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP) invadiram e recuperaram, na noite desta quinta-feira (31), as comunidades do Santo Cristo, Pimba, Coronel Leôncio e Palmeira no Fonseca, na Zona Norte de Niterói. Eles haviam perdido o controle do tráfico de drogas da região para criminosos do Comando Vermelho (CV), no inicio de setembro deste ano. 


De acordo com informações preliminares, a invasão teria contado com o apoio de traficantes de Parada de Lucas e da Favela do Muquiço, ambas na Zona Norte do Rio de Janeiro. Nas redes sociais, páginas ligadas a facção criminosa comemoraram a retomada do controle do tráfico de drogas de comunidades do Fonseca e provocaram criminosos do Comando Vermelho, que teriam fugido em direção a Vila Ipiranga, no mesmo bairro. 


"Tudo 3 no Complexo do Fonseca em Niterói. Os crias voltou. Vcs mexeram com os cara errado tu só pode tá maluco tu tentou atravessar o caminho dos cria (sic)", diz uma publicação em uma rede social.


Em São Gonçalo, criminosos do TCP, liderados por Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, retomaram, no fim de outubro, o controle do tráfico do Jardim Miriambi, que havia sido perdida para a facção rival. Segundo a polícia, o principal objetivo de 3N é recuperar o controle do tráfico de drogas do Complexo do Salgueiro e "conquistar" o Jardim Catarina, controladas atualmente pelo CV.


Após a morte de Schumaker Antonácio do Rosário, o Piloto ou F1, em abril deste ano, e a iminente saída de 3N do Comando Vermelho, uma nova guerra pelo controle do tráfico de drogas de São Gonçalo era esperada pela polícia desde então. 


3N deixou o Complexo do Salgueiro após matar F1 e mais três ‘seguranças’ dele, na localidade de Itaóca, no Salgueiro. As mortes, segundo investigações da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) teriam ocorrido pelo fato de Piloto, líder do CV no Jardim Catarina, ter se recusado a acompanhar 3N na mudança de facção.


"A tendência é que os integrantes do TCP busquem expandir o seu território e quem sabe alcançar territórios mais requisitados como Jardim Catarina e Salgueiro. O TCP vem estudando formas para tentar uma invasão nos redutos do Comando Vermelho em São Gonçalo e Niterói", disse um agente da Polícia Civil. 


Veja também