Menina de cinco anos é morta a facadas enquanto ia para escola

Caso aconteceu em Belo Horizonte

Enviado Direto da Redação
Moabe seria esquizofrênico

Moabe seria esquizofrênico

Foto: Divulgação

Uma criança de cinco anos foi morta a facadas por um homem, na manhã desta quarta-feira (30), em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, enquanto ia para a escola com a sua babá e seu irmão.

De acordo com os policiais militares que estão responsáveis pelo caso, o homem que matou a menina foi identificado como Moabe Edom Pinto Nogueira Souto, de 25 anos. Ainda segundo os policiais, o mesmo seria esquizofrênico e no momento da tragédia, estaria em um surto psicótico, por causa do excesso de crack.

A babá da criança falou em uma entrevista para o jornal O Tempo, que ela tentou defender os irmãos, que chegou a pedir ao menino que fugisse para se esconder do homem, mas, que infelizmente ela não conseguiu salvar a menina.

"Ele só dava facada e risada", disse a babá.

Segundo a publicação do jornal, foi preciso que os PMs escoltassem o agressor até a UPA Teresópolis, pois, os populares que presenciaram a cena queria que ele fosse linchado.

Os agentes de segurança informaram que enquanto o homem era preso, ele dizia ter ouvido vozes que mandaram ele matar uma criança hoje, e que essa ordem vinha de uma entidade. Moabe revelou para os policiais que a sua atitude foi um "pacto com o diabo" e que havia usado drogas durante a noite. 

Veja também