Estudante é atingido dentro de escola durante tiroteio no Jardim Catarina

Adolescente estava no pátio da escola quando foi ferido nas costas

Enviado Direto da Redação
Alunos e funcionários convivem diariamente com medo da violência no local

Alunos e funcionários convivem diariamente com medo da violência no local

Foto: Divulgação


Um adolescente, de 17 anos, foi ferido nas costas quando estava no pátio do Colégio Estadual Trasilbo Filgueiras, no Jardim Catarina, em São Gonçalo, na manhã desta terça-feira (10).


Segundo testemunhas, ele foi atingido por estilhaços de um disparo de arma de fogo, por volta das 9h, quando acontecia uma troca de tiros entre traficantes e policiais militares do batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM), na Rodovia BR-101, próximo à unidade escolar. 


Segundo informações preliminares, criminosos teriam efetuado disparos contra os agentes da RECOM que faziam patrulhamento de rotina na rodovia. Ainda não há informações sobre possível  tentativa de arrastão naquele trecho da via.


O aluno, que é do 2º ano do Ensino Médio, foi socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região, onde foi medicado e liberado em seguida.


Uma pessoa que estava na escola no momento do ocorrido, que preferiu não se identificar, conta que a comunidade escolar está "estarrecida" com a situação. 


"É fato que estamos em guerra, mas quando chega ao ponto de atingir um aluno dentro do espaço escolar, isso toma outra proporção. O portão já foi alvejado, mas nunca ninguém dentro da escola havia sido atingido. São inúmeros os tiroteios aos quais ficamos no meio, mas ninguém nunca foi atingido dentro da escola. Estamos todos chocados", desabafou.

Veja também