CV expulsa TCP de Niterói e tropa do 3N mantém somente comunidades em SG

Facção de 3N perdeu importantes pontos de tráfico nos últimos dias

Enviado Direto da Redação
Complexo da Alma é uma das regiões controladas pelo TCP em São Gonçalo

Complexo da Alma é uma das regiões controladas pelo TCP em São Gonçalo

Foto: Reprodução


Por Alan Emiliano


Em meio a uma guerra de facções, traficantes do Comando Vermelho (CV) expulsaram os integrantes do Terceiro Comando Puro (TCP) de vários pontos de Niterói e retomaram o controle das comunidades do Palácio, no Ingá, e Pimba, Coronel Leôncio, Palmeira e Santo Cristo, no Fonseca, que eram as únicas dominadas por criminosos ligados ao traficante Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, líder do TCP em São Gonçalo e Niterói. 


Em razão das perdas recentes, 3N teria financiado e colocado grande quantidade de fuzis e munições nas mãos dos traficantes do TCP para recuperarem as favelas do Santo Cristo e Coronel Leôncio, atualmente controladas pela facção rival, mas não obteve sucesso em sua primeira investida, na madrugada da última terça-feira (3). De acordo com um agente da Polícia Civil, a expectativa é de que novos tiroteios entre traficantes da facção rival sejam relatados por moradores dessas localidades nos próximos dias. 


Já, em São Gonçalo, o TCP perdeu recentemente as comunidades da Rua da Feira e da Coréia para o Comando Vermelho e mantém o controle apenas das seguintes comunidades: Morro da Central, no Raul Veiga, Caixa D'Água, no Vila Três, Complexo da Alma e 590, na Amendoeira, e nos bairros Vila Candoza, Jardim Miriambi e Lagoinha. Segundo a polícia, o principal objetivo de 3N é recuperar o controle do tráfico de drogas do Complexo do Salgueiro e "conquistar" o Jardim Catarina, controladas atualmente pelo Comando Vermelho. 


"Após o 'racha' entre o 'Coroa' e 3N, a disputa pelo controle das comunidades aqui de São Gonçalo iria começar a esquentar e é isso que tem acontecido nos últimos meses. A tendência é que os integrantes do TCP busquem expandir o seu território e quem sabe alcançar territórios mais requisitados como Jardim Catarina e Salgueiro. O que eu garanto é que a polícia segue investigando essas possíveis trocas de comandos e irá realizar ações para coibir a criminalidade em áreas manchadas pela criminalidade em São Gonçalo", disse um agente da Polícia Civil. 


Morte de Schumaker teria sido o estopim para a nova guerra do tráfico 


Após a morte de Schumaker Antonácio do Rosário, o Piloto ou F1, em abril deste ano e a iminente saída de 2N do Comando Vermelho, uma nova guerra pelo controle do tráfico de drogas de São Gonçalo era esperada pela polícia desde então. 


2N deixou o Complexo do Salgueiro após matar Schumaker Antonácio do Rosario, o Piloto ou F1 e mais três ‘seguranças’ dele, na localidade de Itaóca, no Salgueiro. As mortes, segundo investigações da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) teriam ocorrido pelo fato de Piloto, líder do CV no Jardim Catarina, ter se recusado a acompanhar 2N na mudança de facção.


Veja também