Ação da PM termina com um morto, dois presos e fuzil apreendido no Viradouro

Nenhum militar se feriu durante os confrontos

Enviado Direto da Redação

Um homem morto, dois suspeitos presos, um menor apreendido, além de um fuzil AK-47, duas pistolas calibre 9mm, rádios transmissores e drogas apreendidas. Esse foi o saldo final da operação realizada pelo Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Militar no Complexo do Viradouro, em Santa Rosa, na Zona Sul de Niterói, na manhã desta segunda-feira (12).

A operação realizada pelos agentes do Batalhão de Choque (BPchq), em conjunto com o Batalhão de Apoio com Cães (BAC), teve início por volta das 5h. Logo após chegarem no Complexo do Viradouro, os agentes foram recebidos a tiros por ocupantes de um Fiat Punto de cor vermelha. Durante a ação, houve intensa troca de tiros e um fuzil AK-47 utilizado pelos criminosos foi apreendido. Um dos ocupantes do veículo deu entrada no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal) poucos minutos após o "cessar fogo", mas não resistiu aos ferimentos.

Por volta das 9h30, uma nova troca de tiros assustou moradores e passageiros de ônibus que passavam pela Estrada da Garganta. A via foi interditada por cerca de 15 minutos em virtude da intensa troca de tiros. Agentes do BPchq e do BAC adentraram nas favelas do Chiqueirinho e da Igrejinha, que fazem parte do Complexo do Viradouro, e conseguiram prender dois criminosos, além de farto material utilizado pelos criminosos da região. Os dois presos foram pegos tentando fugir trajados de funcionários da Autopista Fluminense, mas foram capturados pelos agentes.

Os presos e o material apreendido foram levados para a 76ª DP (Centro), onde a ocorrência foi registrada.

Atualmente, o Complexo do Viradouro tem sido utilizado pela facção Comando Vermelho (CV) como um de seus 'quartéis generais' do tráfico na região.

Veja também