Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2536 Euro down 5,4931
Search

3N vai ao Jardim Catarina, mata desafeto e desafia rivais do Comando Vermelho

Crime foi cometido na noite desta quinta-feira

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 02 de agosto de 2019 - 16:12
Crime foi cometido na noite desta quinta-feira
Crime foi cometido na noite desta quinta-feira -


Por Alan Emiliano

O traficante Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, líder do Terceiro Comando Puro (TCP) em São Gonçalo e principal desafeto do Comando Vermelho (CV) , foi até o Complexo do Jardim Catarina, um dos principais redutos do CV na região, na noite desta quinta-feira (1), e matou um de seus 'inimigos' na comunidade, desafiando os "soldados" liderados por Antônio Ilário Ferreira, o Rabicó ou Coroa. A vítima seria um dos antigos aliados de Schumaker Antonácio do Rosário, o Piloto, antigo chefe do tráfico de drogas da localidade, executado pelo próprio 3N, em abril deste ano.

Segundo a polícia, a vítima, um menor de idade, seria integrante da facção Comando Vermelho e realizava diversas ameaças ao Terceiro Comando Puro (TCP) através das redes sociais. Em uma delas, ele teria replicado uma foto de um "soldado" da facção e o ameaçado de morte.

Na manhã desta sexta-feira (2), agentes do Grupamento de Ações Táticas (GAT) do 7º BPM (São Gonçalo) realizaram uma operação no Jardim Miriambi, apontado como um dos redutos do TCP na região, que estaria a comando de Carlos Eduardo Barros de Oliveira, o Grisalho, um dos principais aliados de 3N em São Gonçalo. Durante a ação, um acusado de integrar o tráfico de drogas foi morto, um outro foi baleado e três pessoas ainda foram detidas. Com os acusados, foi apreendida uma granada e grande quantidade de drogas.

O Portal dos Procurados oferece recompensa de R$ 20 mil para quem tiver informações sobre o paradeiro de 3N. Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do traficante e sua quadrilha, favor denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular.

Matérias Relacionadas