Sogra de Flordelis vai prestar depoimento nesta quarta-feira

Polícia espera ter algum fato novo com os esclarecimentos

Escrito por Redação 23/07/2019 15:17, atualizado em 23/07/2019 15:06
Polícia esperar ter algum fato novo com os esclarecimentos da mãe do pastor
Polícia esperar ter algum fato novo com os esclarecimentos da mãe do pastor . Foto: Divulgação

Maria Edna Virginio do Carmo Oliveira, de 64 anos, mãe do pastor Anderson do Carmo e sogra da deputada federal Flordelis, é aguardada na Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), na manhã desta quarta-feira (24), para prestar depoimento sobre o assassinato de seu filho, cometido dentro da casa onde ele morava com a esposa, em Niterói, no dia 16 de junho.

De acordo com informações, a sogra da deputada poderá trazer novos fatos para a investigação, que já se estende por mais de um mês. Entre as declarações, é esperado que ela detalhe as queixas do filho, que reclamava passar mal sempre que se alimentava ou tomava medicações em casa.

No dia 28, a delegada Bárbara Lomba, enviou um pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar a deputada, tendo em vista que ela possui foro privilegiado. Como o Judiciário está de recesso, o presidente do STF estuda o caso.

A advogada Alexandra Menezes, que defendia Flávio dos Santos Rodrigues, 38 anos, filho de Flordelis, acusado de executar o padrasto, teria pedido para deixar o caso alegando problemas particulares.

O crime - O pastor Anderson do Carmo, 42, foi executado a tiros, dentro da casa em que morava com a deputada federal Flordelis (PSD), no último dia 16 de junho, no bairro Pendotiba, em Niterói.  De acordo com a polícia, todas as pessoas que estavam dentro da residência no momento do crime são investigadas. Até o momento, apenas duas pessoas foram presas acusadas de participarem da morte do pastor Anderson: Lucas dos Santos e Flávio dos Santos, filhos da parlamentar.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas