Milícia de Itaboraí teria cometido 50 homicídios desde janeiro de 2018

Em alguns casos, homens foram mortos com requintes de crueldade

Escrito por Redação 04/07/2019 12:37, atualizado em 04/07/2019 12:26
Em alguns casos, homens foram mortos com requintes de crueldade
Em alguns casos, homens foram mortos com requintes de crueldade . Foto: Divulgação

Cinquenta homicídios. Esse é o número de mortes que a polícia acredita que tenha sido cometido pela milícia que controla diversas regiões do município de Itaboraí nos últimos 19 meses.

Depois de implementar a organização criminosa na cidade, em janeiro de 2018, os milicianos começaram a utilizar a força para ganhar espaço. Entre os mortos, estão traficantes, inocentes e pessoas consideradas contrárias as ideias criminosas.

Em alguns casos, os milicianos usavam requintes de crueldade, como na morte de um mototaxista que teve o corpo cortado e o coração arrancado.

Na operação de hoje contra a organização criminosa, a polícia busca cumprir 74 mandados de prisão. Dentre eles, 10 contra mulheres.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas