Segurança de 2N desobedece ordem do TCP e continua se exibindo nas redes sociais

Traficante gosta de publicar fotos na internet

Enviado Direto da Redação
Traficante gosta de publicar fotos na internet

Traficante gosta de publicar fotos na internet

Foto: Divulgação

Parece que o traficante Alexandre de Souza Lima, o 'Xandinho', de 20 anos, apontado como um dos principais aliados de Thomas Jayson Gomes Vieira, o 2N ou 3N, não anda se importando com uma suposta cartilha da facção Terceiro Comando Puro (TCP), que dita novas regras para os seus integrantes. Entre as determinações, está a proibição de exposição na internet, algo que está sendo ignorado por um dos seguranças de 2N. A Polícia Civil investiga a veracidade do suposto tutorial criado pelos líderes do TCP.

De acordo com a cartilha investigada pela polícia, fica proibido "se expor em fotos no Facebook, WhatsApp e Instagram, principalmente fazendo o sinal da facção. Quem desrespeitar, será punido severamente, e se for preso, ficará no seguro imediatamente".

Nas redes sociais, "Xandinho" tem o hábito de postar fotos de suas jóias, motos, além de grande quantidade de bebidas alcoólicas. Nos últimos dias, o traficante postou um vídeo desfilando a bordo de uma BMW. Antes de mudar de facção junto de seu chefe, o segurança de 2N costumava postar diversas fotos armado em suas redes sociais, quando ainda integrava o Comando Vermelho (CV).

Segundo a polícia, foi aberta um inquérito para investigar a procedência da cartilha e por qual motivação os líderes da facção teriam criado os "mandamentos do tráfico".

O Portal dos Procurados do Disque-Denúncia oferece recompensa de R$ 1 mil para quem ajudar a polícia a prender Xandinho, que está foragido da justiça com pelo menos três mandados de prisão em aberto. Quem tiver qualquer informação a respeito da localização do acusado, pode denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; através do Facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/; e pelo aplicativo Disque Denúncia RJ. Visite também o Instagram oficial do Portal dos Procurados ? portal.procurados-. 

Veja também