'Não vou passar a mão na cabeça dos meus filhos, caso eles estejam errados', afirma Flordelis

Pastora pede justiça e diz que não 'bota a mão no fogo' por familiares no caso da morte de marido

Enviado Direto da Redação
Flordelis disse a jornalistas que deseja justiça no caso

Flordelis disse a jornalistas que deseja justiça no caso

Foto: Kiko Charret

A deputada federal Flordelis (PSD), concedeu uma entrevista coletiva para a imprensa, nesta terça-feira (25), em um prédio na Barra das Tijuca, na Zona Oeste do Rio, onde reiterou o seu desejo por justiça em relação a morte do seu marido, pastor Anderson do Carmo, independente da suposta participação de seus filhos no assassinato ocorrido no último dia 16, dentro da casa em que moravam, no bairro Pendotiba, em Niterói. 

"Caso seja comprovada a participação deles na morte do meu marido, que eles paguem o que devem relação a justiça. Não vou passar a mão na cabeça deles, caso eles estejam errados", afirmou a deputada.

Quando questionada sobre o paradeiro do celular do seu marido, procurado desde então por agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG), responsável pelo caso, a deputada reiterou que não sabe onde o aparelho se encontra. Além disso, a parlamentar afirmou que outros pertences do seu marido, como celulares e jóias, desapareceram após a morte dele. 

"Desde o dia da morte do meu marido, a polícia e a imprensa vem me perguntando onde está o celular dele e, todas as vezes, eu afirmei que não sabia. Eu não tenho ideia de onde ele esteja, ele é muito importante pra mim para resgatar os bons momentos que passamos juntos e, principalmente, para ajudar a esclarecer esse caso. A maioria das minhas coisas e de nossa agenda estavam no celular dele. Gostaria de fazer um apelo para quem estiver com esse aparelho, por favor devolva", afirmou. 

Indagada pela relação do pastor Anderson do Carmo com ela e com os filhos, a parlamentar afirmou que existia um respeito mútuo entre as partes, pelo contrário, havia um carinho e ele dava bastante conselhos para os filhos dele.  

"A mulher quando é traída, ela desconfia. Eu não acredito que o meu marido tenha me traído em hipótese nenhuma, ele me acompanhava em todos os meus compromissos, é praticamente impossível que ele tenha feito isso comigo", disse. 

Veja também