Polícia Civil tenta localizar traficantes ligados à 'gangue do roubo'

Investigações ligam criminosos do Morro do Castro a roubo de cargas e de automóveis

Escrito por Redação 20/05/2019 08:26, atualizado em 20/05/2019 07:36
'Sapo' é um dos procurados pela polícia
'Sapo' é um dos procurados pela polícia . Foto: Divulgação

Mesmo após deflagrarem uma grande operação no Morro do Castro, na divisa entre Niterói e São Gonçalo, na última quarta-feira, para capturar os responsáveis por diversos roubos na região, policiais da 78ª DP (Fonseca) seguem em busca dos assaltantes que ainda encontram-se foragidos. 

O principal alvo da distrital é Ryan Madson Abreu da Silva, mais conhecido como Sapo, de 18 anos. De acordo com as investigações, o criminoso está envolvido no assalto à delegada titular da 82ª DP (Maricá), Carla Tavares, e um inspetor da Polícia Civil, na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-104), na altura do Baldeador, em Niterói. 

Sapo é o único dos responsáveis pelo crime que ainda não foi preso. O Portal dos Procurados do Disque Denúncia divulgou, na sexta-feira, um cartaz oferecendo R$ 1 mil de recompensa para tiver informações que ajudem a polícia a prendê-lo. Seus comparsas na ocasião, Maxwell dos Santos Gomes, 31, Matheus Filipe Antunes Souza de Oliveira e Halison Silva Carvalho de Souza, ambos de 19 anos, foram capturados durante a ação de quarta-feira, que contou com o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). 

No entanto, Sapo não é o único que está na mira da delegacia do Fonseca. Os agentes também estão organizando outras operações para tentar prender Andrew Vinicius da Conceição Cunha, o Palhacinho do Castro, de 22 anos, Joney Santos de Queiroz, de 28, Vinicius Luiz da Silva Gonçalo, conhecido como Ratinho, 20, Matheus da Silva Nunes, de 21, Wellington Azevedo de Abreu, de 34 anos, e André Santos Freitas, de 29. 

Através de investigações, o Setor de Inteligência da distrital descobriu que a quadrilha é especializada em roubos de carga e de carros. O trecho escolhido pelo grupo para roubar veículos que transportam cargas é entre o Baldeador e o Caramujo, pela RJ-104. Já para subtrair veículos, os assaltantes atuavam em toda cidade de Niterói e também em Neves, em São Gonçalo. 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas