'3N' quer formar 'exército' de 100 homens para ocupar comunidades em São Gonçalo

Objetivo do acusado seria retomar Complexo do Salgueiro e acabar com poder de 'Rabicó'

Enviado Direto da Redação


Setores de inteligência da área de segurança pública do Estado monitoram novas estratégias de traficantes de drogas para tentar monopolizar a venda de drogas em São Gonçalo. Após sofrer um duro golpe, com a apreensão de sete fuzis e a morte de oito de seus subordinados na Vila do João, no Complexo da Maré, no Rio, o traficante Thomas Jayson Vieira Gomes, o 3N, estaria planejando retomar o Complexo do Salgueiro,  com a ajuda de homens de diferentes comunidades do Terceiro Comando Puro (TCP) da capital e também do interior fluminense. 


O plano de 3N seria formar um grande 'bonde', com pelo menos 100 homens para expulsar a quadrilha de Marcelo da Silva Souza, o 'Rosão'ou 'Cara de Broca', do Salgueiro. No mês passado, horas após 3N deixar o local com remanescentes de sua quadrilha, lideranças do Comando Vermelho (CV), de dentro do presídio, decidiram que Marcelo ocuparia a liderança da criminalidade no Salgueiro, cumprindo ordens de Antônio Hilário Ferreira, o 'Rabicó, encarcerado em um presídio de Segurança Máxima em Mossoró, no Rio Grande do Norte. 


Thomas Jayson deixou o CV depois de descobrir que 'Rabicó' tramava sua morte pelo fato de não estar cumprindo algumas diretrizes dadas de dentro do presídio pelo criminoso, que seria o dono das bocas de fumo no Salgueiro. Segundo a polícia, 3N já estava, por isso, negociando em sigilo, a ida para o TCP e acabou matando, com ajuda de seus seguranças, Schumaker Antonácio do Rosário, o 'Piloto', do Jardim Catarina, e mais três pessoas, por ele se recusar a acompanhá-lo na mudança de facção.


Segundo setores de inteligência da polícia, 3N ainda permanece no Complexo da Maré, onde, na semana retrasada, sofreu um duro golpe, durante uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil, na semana retrasada. Os policiais descobriram o esconderijo do traficante e apreenderam sete modernos fuzis, R$ 35 mil em dinheiro e vários carregadores. Sete dos oito mortos eram da quadrilha de 3N.


A Mulher do criminoso, Brenda Santos, também acabou presa na ação. Thomas Jayson conseguiu fugir. A polícia obteve um áudio recente, em que 3N fala da pretensão em retomar os redutos do Salgueiro.                                   

Veja também