Justiça nega pedido de liberdade e namorada de 3N segue atrás das grades

Brenda foi presa no último dia 6 de maio

Enviado Direto da Redação
Brenda foi presa, no último dia 6 de maio, durante operação de policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) no Complexo da Maré

Brenda foi presa, no último dia 6 de maio, durante operação de policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) no Complexo da Maré

Foto: Reprodução/Redes Sociais

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio negou, na última segunda-feira (13), uma liminar que solicitava a liberdade provisória de Brenda Santos, de 22 anos, namorada do traficante Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, ex-chefe do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.


Brenda foi presa, no último dia 6 de maio, durante operação de policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) no Complexo da Maré, que visava prender o traficante 3N, que estaria escondido dentro da comunidade. Na ocasião, oito pessoas foram mortas após uma troca de tiros com policiais .


Na casa em que Brenda foi encontrada, os policiais encontraram 550 gramas de cocaína, um colete balístico e seis carregadores de fuzil. 


No total, a ação do Core apreendeu sete fuzis, três pistolas, 14 granadas, munição, uma quantidade de cocaína, parte da contabilidade do tráfico, uma balança de precisão e R$ 33 mil em espécie. 

Veja também