TCP teria traído '3N' e denunciado seu esconderijo à polícia na Maré

Na Ação, em que oito homens morreram, criminoso teve mulher presa e prejuízo de quase R$ 300 mil

Escrito por Redação 09/05/2019 11:23, atualizado em 09/05/2019 11:11
Thomas Jayson  teria sido traído por 'fogo amigo'
Thomas Jayson teria sido traído por 'fogo amigo' . Foto: Divulgação


Violência, mortes e traição. As três palavras se aplicam muito bem ao atual momento vivido no submundo da criminalidade em São Gonçalo, uma das maiores cidades brasileiras, com população de mais de um milhão de habitantes. E o pivô dessa situação, Thomas Jayson Gomes Vieira, o 3N, que preferiu deixar Complexo do Salgueiro e o Comando Vermelho (CV) e arquitetar um audacioso plano para tentar ganhar mais poder e dinheiro, vive um momento delicado. A polícia investiga se houve uma suposta 'traição' dos novos aliados de 3N no episódio em que uma ação da polícia, na última segunda-feira (6), no Complexo da Maré, no Rio, terminou com oito de seus subordinados mortos no Complexo da Maré, no Rio. 


Setores de inteligência da área de segurança pública receberam informações de que o local onde estavam escondidos 3N, a mulher, Brenda Santos, na Vila do João, uma das comunidades da Maré, e os principais seguranças do criminoso, teria sido 'dado' à polícia através de denúncias anônimas. Na ação, Thomas Jayson teve um prejuízo de de quase  R$ 300 mil: foram apreendidos R$ 35 mil em dinheiro, vários carregadores e sete modernos fuzis - cada um avaliado em cerca de R$ 40 mil. 

Segundo os policiais que estavam  na operação, 3N por pouco não foi preso e conseguiu escapar do intenso tiroteio nadando pelo mangue. Uma das hipóteses para explicar a suposta 'traição' seria o fato de o criminoso estar com a 'cabeça a prêmio', já que informações que culminem com a sua prisão valem a recompensa de R$ 20 mi do Portal dos Procurados, ligado ao Disque Denúncia (2253-1177). Existe, então, a possibilidade de que os criminosos tenham passado o endereço na Vila do João a pessoas de confiança, idôneas, mas aparentemente, sem nenhuma ligação com a criminalidade no TCP para não levantar suspeitas.

Monopólio - O plano de 3N, ao deixar o Comando Vermelho e migrar para a nova facção, seria para se tornar o maior traficante em atividade em São Gonçalo. Thomas Jayson estava jurado de morte após ter rompido com Antônio Hilário Ferreira, o Rabicó, apontado como o 'chefão' do Salgueiro, mesmo preso em Mossoró, no Rio Grande do Norte. Além de começar as articulações com o TCP, Thomas Jayson passou a convocar as lideranças do CV a acompanhá-lo na mudança de facção. Não conseguiu o apoio de Shumaker Antonácio do Rosário, o Piloto, do Jardim Catarina, e por isso, o matou, com ajuda de seguranças, em Itaóca, uma das comunidades do Salgueiro. Três outras pessoas que acompanhavam Schumaker também foram executadas. 


As execuções levaram as lideranças do CV a ocuparem o Salgueiro, com apoio de traficantes de outras comunidades da região. Horas antes, Thomas Jayson conseguiu deixar o local com alguns criminosos leais a seus comando. Ainda não se sabe se ele permaneceu no Complexo da Maré após a operação de segunda-feira, feita por equipes da Coordenadoria de Recursos especiais da Polícia Civil.            


Thomas Jayson  teria sido traído por 'fogo amigo'
Thomas Jayson teria sido traído por 'fogo amigo'. Foto por Divulgação
Na ação da Core, '3N' teve prejuízo de quase R$ 300 mil
Na ação da Core, '3N' teve prejuízo de quase R$ 300 mil . Foto por Divulgação
Brenda Santos foi presa na Maré
Brenda Santos foi presa na Maré . Foto por Divulgação

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas