Homens que atiraram em PM durante assalto em São Gonçalo são presos no Rio

Suspeitos procuravam atendimento na UPA de Manguinhos

Enviado Direto da Redação
Suspeitos procuravam atendimento na UPA de Manguinhos

Suspeitos procuravam atendimento na UPA de Manguinhos

Foto: Divulgação

Policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) de Manguinhos, no Rio, prenderam, na noite desta quinta-feira, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), também em Manguinhos, dois homens suspeitos de terem baleado um PM após assalto a uma loja em São Gonçalo, no mesmo dia pela manhã.

Os suspeitos, Gutierrez Silva Prudência, o Gutinho, de 27 anos, e David Batista Pereira foram localizados procurando atendimento médico na unidade de saúde.

David ainda tentou se passar por uma testemunha, dizendo que encontrou o comparsa já baleado, em São Cristóvão, mas logo foi reconhecido pelo PM. Ele foi encaminhado para a 21ªDP (Bonsucesso), onde prestou depoimento.

Gutierrez, que estava ferido em uma das mãos e no abdômen, foi transferido para o Hospital Municipal Evandro Freire, na Ilha do Governador, onde está sob custódia. O PM, que foi atingido por cinco tiros e estava internado em São Gonçalo, já recebeu alta.

Veja também